Sexta-Feira, 17 de Julho de 2020 - 15:21 (Saude)

L
LIVRE

CORONAVÍRUS: Capital já tem mais de nove mil pessoas curadas do coronavírus

Número de óbitos em julho é 43% menor do que o registrado no mesmo período do mês anterior


Imprimir página

Em Porto Velho, 57% das pessoas infectadas pelo novo coronavírus estão recuperadas da doença. Os números são do boletim da Secretaria Municipal da Saúde (Semusa) divulgado nesta quinta-feira (16) pelo Departamento de Vigilância em Saúde (DVS).

Das 16.501 pessoas contaminadas até esta data, 9.462 estão curadas da Covid-19. Porto Velho conseguiu recuperar 1.391 pacientes com a doença em quatro dias. A quantidade de casos suspeitos e que foram descartados é de 25.968 mil pessoas que testaram negativo para o vírus.

Pacientes curados são aqueles que conseguem eliminar o vírus do organismo e não são mais transmissores da doença. Eles passam pelo período de isolamento e quando não apresentaram novos sintomas são considerados recuperados.

Até ontem, 468 óbitos foram confirmados para Covid-19, outros 20 são suspeitos. Em quatro dias, foram notificadas 36 novas mortes suspeitas ou confirmada para o vírus em Porto Velho.

A boa notícia é que o número de mortes está tendo decréscimo se comparado com o mês anterior. De 1 a 15 de junho foram registradas 192 mortes pelo novo coronavírus na Capital, contra 92 no mesmo período de julho, uma redução de 43.83% no total de óbitos em Porto Velho.

De acordo com a Divisão de Vigilância Epidemiológica (DVE) da Semusa, a redução no total de óbitos é atribuída à consolidação do manejo clínico do paciente, que está mais evidente. Quando a assistência sabe lidar com o paciente, consegue prevenir os possíveis agravo da doença.

A redução do número de mortes reforça a necessidade de manter os cuidados individuais na prevenção da doença. "Essa queda não significa que está tudo bem, pelo contrário, demonstra que precisamos reforçar ainda mais a segurança com uso de máscaras, evitar sair sem necessidade, não aglomerar, cuidar com a higiene das mãos, fazer uso do álcool. Se cada um fizer sua parte como cidadão, vamos conseguir reduzir ainda mais os índices da doença", ressaltou a secretária da Semusa, Eliana Pasini.

Fonte: News Rondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias