Quarta-Feira, 15 de Julho de 2020 - 16:38 (Coronavírus)

L
LIVRE

Covid-19 avança e já são mais de 100 casos confirmados no ramo financeiro de Rondônia

Mas agora, na metade de julho, 15/7, o número pulou para 102, e o ranking continua sendo liderado pelo Banco do Brasil.


Imprimir página

O número de trabalhadores do ramo financeiro contaminados pelo novo coronavírus em Rondônia já ultrapassa os três dígitos. O último levantamento feito pelo Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO) no dia 1º de julho, mostrou que 75 trabalhadores, entre bancários, cooperativários e terceirizados, testaram positivo para covid-19 em todo o Estado até aquele momento, quando se completavam 100 dias após o início do isolamento social. Mas agora, na metade de julho, 15/7, o número pulou para 102, e o ranking continua sendo liderado pelo Banco do Brasil.

São 27 casos confirmados a mais em relação ao último gráfico que, por sua vez, é produzido apenas com as informações que chegam ao Sindicato, ou seja, são números que podem não retratar com exatidão o quadro real de contaminação no ramo financeiro rondoniense, justamente por conta da subnotificação ou pela postura dos bancos em não informar os casos à entidade representativa dos bancários e cooperativários no Estado.

“Há ainda casos suspeitos que aguardam o resultado dos exames, e o Sindicato já entrou em contato com os representantes destes bancos cobrando a informação e providências necessárias”, destacou José Pinheiro, presidente do SEEB-RO.

Veja como estão os casos em cada instituição financeira, até o dia de hoje, 15 de julho:

BANCO DO BRASIL - 33 casos confirmados

3 na agência Nações Unidas

4 no Escritório de Negócios

2 na agência Estilo

1 na agência Dutra

1 na agência Jatuarana

1 na agência Calama

2 no Seret

2 em Ariquemes

2 em Ouro Preto do Oeste

1 em São Miguel do Guaporé

1 em Alta Floresta

1 vigilante na agência de Rolim de Moura

1 em Presidente Médici

4 em Ji-Paraná

1 em Jarú

6 em Cabixi

CAIXA - 25 casos confirmados

14 na agência Madeira-Mamoré, sendo 4 terceirizados

1 na Superintendência Regional

1 na agência do Porto Velho Shopping

1 na agência Jatuarana

2 terceirizados

1 na Justiça Federal

1 na agência Nações Unidas

1 zeladora na agência de Ariquemes

1 vigilantes na agência de Rolim de Moura

1 em Ji-Paraná

1 em Cacoal

BANCO DA AMAZÔNIA - 7 casos confirmados

1 no Jurídico

1 na agência Sete de Setembro

5 na Central de Crédito

SANTANDER – 8 casos confirmados

4 na agência da avenida Sete de Setembro

4 na agência da avenida José de Alencar

ITAÚ – 3 casos confirmados

2 na agência Centro, em Porto Velho

1 em Vilhena.

BRADESCO – 11 casos confirmados

1 na agência Urbana (rodoviária)

2 na agência Prudente de Morais

3 na agência Pinheiro Machado

1 em Jaru

2 em Itapuã do Oeste

1 em Pimenta Bueno

1 dirigente sindical

COOPERATIVAS DE CRÉDITO – 15 casos confirmados

5 na Central Sicoob

2 na CrediJur

1 no Sicoob Amazônia

1 na Credisul

6 Sicoob Centro

Em relação às cooperativas de crédito, embora haja casos de vários trabalhadores das cooperativas do Credisis que foram contaminados, até o momento estes números não foram oficialmente repassados pelo sistema.

“E por isso o Sindicato já encaminhou ofício à presidência e ao Departamento de Recursos Humanos do sistema para que estes casos sejam devidamente informados, pois se trata da saúde e da vida dos cooperativários”, acrescentou Pinheiro.

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias