Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020 - 12:50 (Colaboradores)

L
LIVRE

Quando a gente pensa que está ruim, a prefeitura vai lá e piora tudo

O que acabava por sobrecarregar o sistema.


Imprimir página

Ontem não existia medicamento (a não ser cloroquina doada por empresários) na UPAS sul e embora houvesse atendimento médico, segundo informações, metade da equipe de saúde já havia contraído o Corona Vírus, o que gerou uma sobrecarga para aqueles que permaneceram na linha de frente do combate à doença.

NA UPA ZONA LESTE, lugar onde mora boa parte da população da Capital, não havia médicos na unidade para consultas à população, apenas para os casos classificados como emergência (sala vermelha), e os casos que chegavam eram encaminhados para outras unidades. O que acabava por sobrecarregar o sistema.

Outro ponto que preocupa, é o fato de que servidores do setor administrativo lotados na unidade, não haviam sido enquadrados ainda para receberem os 40% de insalubridade, uma bonificação já garantida aos profissionais da saúde em Porto Velho. Os servidores administrativos também correm alto risco de contágio pelo CORONA VÍRUS, pois atuam em ambiente que tem contato direto com a doença. Porque a prefeitura não inclui esses servidores na gratificação, já que é uma lei municipal e eles tem direito?

Olha, a meu ver, o que está acontecendo é um descaso generalizado no combate ao COVID. É muito difícil aceitar que em mais de 110 dias essa questão de abastecimento de medicação nos postos de saúde ainda não tenha se estabilizado e, principalmente, a questão do atendimento médico ainda não tenha sido resolvida. Já teve muita verba depositada nas contas do executivo municipal e estadual e não vemos o retorno no sistema de saúde.

CADÊ A APLICAÇÃO MINIMAMENTE CONVINCENTE PARA O COMBATE AO COVID? QUANTAS PARTIDAS DE SERVIDORES PÚBLICOS, AMIGOS E PARENTES VAMOS TER QUE ASSISTIR AINDA? A população precisa de respostas e de ações e não de entrevistas na tv com mentiras e enrolações, politicagens e incompetência explicita em rede nacional.

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias