Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020 - 15:03 (Coronavírus)

L
LIVRE

Governo de Rondônia vai comprar equipamentos para ampliar capacidade de testagem da Covid-19 no Lacen

Aquisição de extrator vai permitir processar até 32 amostras simultâneas, sem a necessidade de acompanhamento do usuário


Imprimir página

A Superintendência Estadual de Licitações (Supel) abre nesta sexta-feira (10), às 9h, o Edital de Chamamento Público nº 115/2020, atendendo pedido do Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen), para aquisição de aparelhos e equipamentos laboratoriais de análises de amostras biológicas para diagnóstico de Covid-19, visando ampliar a capacidade de testagem do laboratório.

A proposta do certame, segundo a pregoeira da Superintendência, Graziela Ketes, é a aquisição de extrator automático de RNA/DNA, cabine de segurança biológica e equipamentos laboratoriais do fluxo de pré-preparo de amostras biológicas para diagnóstico de Covid-19, a fim de instrumentalizar a automatização do diagnóstico de doença e ampliar a capacidade de testagem do Lacen, conforme indica o objeto do edital, que pode ser acessado no site da Supel, contemplando todas as informações do procedimento licitatório.

Neste ponto, essas aquisições são fundamentais, eis que extrator automático de RNA/DNA, por exemplo – que não foi adquirido na licitação anterior – é um sistema moderno de procedimento na realização de exames, que permite processar até 32 amostras simultâneas em cerca de 15-40 minutos, sem a necessidade de acompanhamento do usuário durante a execução, o que dará mais dinâmica (rapidez) e aumentará a produtividade e segurança ao trabalho da equipe técnica do Lacen.

Da parte do governo de Rondônia, as medidas de combate à pandemia se sucedem diariamente, e diante do quadro da crise sanitária no Estado, a Administração tem se esmerado ao máximo em esforço para responder às necessidades do sistema de saúde e atender melhor a população. Dessa forma, essas novas aquisições para atender ao Lacen obedecem ao rito emergencial de Calamidade Pública, decretada pelo governador Marcos Rocha, que, aliás, foi o primeiro gestor estadual do País a baixar as primeiras medidas e protocolos (decreto) de enfrentamento e combate à Covid-19.

“Neste momento da pandemia, o estado de Rondônia assegura que está com a sua governança de compras atuando no sentido de atender a todas às demandas”, assinala o superintendente Márcio Gabriel.

 

Cleuber Rodrigues Pereira

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias