Terça-Feira, 07 de Julho de 2020 - 20:05 (Geral)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

Equipes do batalhão de choque prendem mais de cinco pessoas na zona leste por tráfico de drogas

Diante das circunstâncias, todos os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a Central de flagrantes.


Imprimir página

Diego O. de 28 anos, Amauriele G. U. O. de 39 anos, Ezequiel O. S. de 29 anos, Iara S. P. de 26 anos, Antônio A. R. S. de 40 anos e Lucas G. F. S. de 22 anos, foram presos no início da tarde desta terça-feira (07), após um trabalho feito por três equipe da Polícia Militar do Batalhão de Choque em várias residências no bairro Jardim Santana, zona leste de Porto Velho.

Os policiais receberam informações que estava havendo um comércio de substância entorpecente em uma casa na Rua Araguaína e que os suspeitos estavam exibindo com armas. Logo três equipes se deslocaram para o local onde na chegada avistaram dois suspeitos Diego e Ezequiel correndo tentando fugir dos militares, mas acabaram sendo detidos e durante revista pessoal foi encontrado algumas porções de cocaína.

Durante diligência na casa de Diego foi encontrado uma pistola calibre 380,mais de 30 munições intactas, balança de precisão e várias poções grandes de cocaína e maconha, além de dinheiro oriundo da venda de drogas. Os policiais foram até a casa de Ezequiel e localizaram a sua esposa Iara que autorizou a entrada dos policiais onde foi encontrado mais drogas através do canil, material para endolar o entorpecente e dinheiro trocado caracterizando que eles estavam vendendo drogas.

Após os policiais terem ciência do suspeito ter sido autor de uma troca de tiros contra um policial militar do 5° batalhão onde ele foi baleado e o Militar ter perdido o carregador de sua pistola, os PM's questionaram Ezequiel e ele disse que estava na casa de um elemento identificado como Antônio e logo se deslocaram para o local onde se depararam com o apenado monitorado por tornozeleira Lucas Gabriel, porém, ele estava em local não permitido.

Antônio disse que o carregador do policial estava dentro de sua casa e que havia comprado de uma pessoa que ele não soube dá o nome. Diante das circunstâncias, todos os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a Central de flagrantes onde foi feito o registro da ocorrência de tráfico de drogas, desobediência à ordem judicial e porte ilegal de arma de fogo.  

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias