Terça-Feira, 07 de Julho de 2020 - 15:11 (Saude)

L
LIVRE

Diagnóstico precoce contra a Hanseníase é a melhor forma de prevenção da doença

Diagnóstico tardio pode trazer graves consequências e lesões


Imprimir página

O governo de Rondônia, por intermédio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), vem trabalhando com prevenção e diagnósticos precoces contra a Hanseníase. No ano de 2018 foram registrados 742 casos, em 2019 foram 492 e em 2020, os dados parciais mostram (janeiro até julho) 130 casos em todo o Estado.

A hanseníase é uma doença infecciosa, transmissível e de evolução crônica. Entretanto, é totalmente curável e tão logo seja iniciado o tratamento deixa de ser transmissível.

Por outro lado, quando diagnosticada e tratada tardiamente pode trazer graves consequências para os portadores e familiares, pelas lesões que podem ser graves fisicamente. “A melhor forma de prevenção da doença é o diagnóstico precoce e tratamento adequado. Quando diagnosticada na fase inicial não transmite. Além de quebrar a cadeia de transmissão, o diagnóstico precoce diminui os riscos de acometimento de troncos nervosos e, consequentemente, menos riscos de incapacidade”, explica a coordenadora estadual de Hanseníase da Agevisa, Albanete Mendonça .

Os principais sinais e sintomas da doença são manchas ou placa na pele (esbranquiçadas, avermelhadas e amarronzadas), com diminuição ou ausência de sensibilidade, caroços ou nódulos pelo corpo, fraqueza nas mãos e ou pés. “Quando apresenta algum sintoma da doença a pessoa precisa procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa. Quando avaliadas as queixas, realizado exame físico e o médico confirmar o diagnóstico, imediatamente já inicia o tratamento. O tratamento é gratuito e está disponível nas unidades”, disse Albanete.

As ações desenvolvidas pela Agevisa, com o acompanhamento e mapeamento dos casos, e a capacitações dos profissionais, são fatores que ajudam a combater a doença no estado de Rondônia.

7 DE JULHO

Foi criado a Lei Estadual n⁰ 3113, de 25 de junho de 2013, que inclui no calendário oficial “O Dia Estadual de Mobilização para Controle da Hanseníase no Estado de Rondônia”. Essa data é uma referência ao nascimento da Enfermeira Wally Hirshmann (in memoriam). Marco na história do Estado, conduzindo Rondônia às conquistas importantes nas ações da hanseníase.

Elaine Barbosa

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias