Terça-Feira, 07 de Julho de 2020 - 11:50 (Saude)

L
LIVRE

HANSENÍASE: Prefeitura alerta sobre cuidados com a doença

Devido à pandemia, todas as ações referentes a data, comemorada em 7 de julho, serão realizadas de acordo com as medidas necessárias de segurança


Imprimir página

Nesta terça-feira (7), em Rondônia, é comemorado o Dia Estadual de Mobilização para o Controle de Hanseníase e a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) em conjunto com a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a ONG Holandesa NHR, realizam campanha para conscientizar a população sobre sinais e sintomas da doença.

O objetivo é alertar a população sobre sinais e sintomas da doença, estimular a procura pelos serviços de saúde e mobilizar profissionais de saúde na busca ativa de casos, favorecendo assim o diagnóstico precoce, o tratamento oportuno e a prevenção das incapacidades.

Em 2019, foram diagnosticados 67 novos casos da doença em Porto Velho. Esse dado colocou a capital rondoniense dentro da classificação de alto risco com 13,1 para cada 100 mil habitantes segundo os indicadores da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS), que considera controlado áreas com registros de 10 ou menos casos para cada 100 mil pessoas.

SINTOMAS

A hanseníase é uma doença crônica infecciosa, causada pela bactéria mycobacterium leprae (bacilo de Hasen) e seu alto potencial de transmissão pode infectar vários indivíduos, causando ou não distúrbios que podem atacar a pele e os nervos periféricos, ocasionando incapacidade e deformações cutâneas. A hanseníase tem tratamento e cura e as deformidades podem ser evitadas se forem diagnosticadas precocemente.

“A Hanseníase tem cura, qualquer sinal ou sintoma da doença podem procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa. Nosso município tem uma equipe de referência na Policlínica Rafael Vaz e Silva”, avisa a enfermeira Albanete Mendonça, que atua na coordenação municipal ao lado da coordenadora de combate a Hanseníase, Sheila Sarmento.

Lesões e manchas na pele com alteração da sensibilidade ao toque e dor; comprometimento dos nervos periféricos, perda do sistema locomotor e espessamento da pele; diminuição dos pelos e suor; sensação de formigamento e fisgadas; redução ou ausência de força muscular no rosto, mãos, pés, orelhas e nariz e nódulos (caroços) dolorosos e avermelhados no corpo são os sintomas mais marcantes.

CAMPANHA

O Programa Municipal de Controle da Hanseníase da Prefeitura de Porto Velho desempenha ações com capacitação em Estratégia de Saúde da Família (ESF) que visa atualizar profissionais por meio de fóruns e seminários, além de realizar mutirão de atendimento nos distritos.

Devido ao cenário atual em decorrência da pandemia (Covid-19), todas as ações referentes à data serão realizadas de acordo com as medidas de segurança respeitando o distanciamento e evitando aglomerações. A campanha acontece também através das mídias sociais com ações educativas que busca identificar casos ativos.

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias