Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020 - 20:51 (Cidades)

L
LIVRE

Produtor rural que teve prejuízos após ficar mais de 40 horas sem eletricidade ainda aguarda ressarcimento da Energisa

Caso se arrasta desde outubro do ano passado; outros produtores também tiveram prejuízos


Imprimir página

VILHENA - O casal de produtores rurais Eliel Damasceno de Melo e Graciele Rodrigues de Sá sofreu, em outubro do ano passado, um prejuízo estimado em cerca de R$ 3 mil. Segundo Eliel, uma queda no fornecimento de energia elétrica, que durou mais de 40 horas, resultou na perda de centenas de litros de leite que estavam armazenados no resfriador. Também perdeu todo o estoque de mantimentos que estava na geladeira.

Até hoje, mais de oito meses depois do ocorrido, os produtores não receberam nenhum ressarcimento da Energisa, empresa responsável pela distribuição de energia no Estado de Rondônia.

Na época do fato, o casal registrou uma queixa na polícia contra a Energisa e procurou o escritório local da distribuidora, onde comunicou o episódio e apresentou documentos e fotos solicitados pela atendente, que assegurou que o caso seria repassado para o escritório central da empresa, em Porto Velho.

Segundo o casal, a atendente teria dito que em até 20 dias eles receberiam uma resposta da empresa. Mas, meses se passaram sem qualquer contato da distribuidora. 

Após a publicação da reportagem, a empresa se pronunciou por nota enviada à redação da FOLHA, na qual informava que o problema da queda do fornecimento de energia havia ocorrido por causa de um animal que ficou preso a rede elétrica. A nota afirmava também que a empresa já havia entrado em contato com o casal e aguardava o envio de “documentos importantes para o processo de ressarcimento”.

Na época, a reportagem procurou o casal, que confirmou o contato da empresa e afirmou que já haviam enviado os documentos exigidos: 1 - Laudo do laticínio, comprovando a quantia de leite perdida com o valor do produto; 2 – Lista dos produtos perdidos na geladeira com seus respectivos valores; 3 – Cópia do cartão evidenciando a conta corrente.

Passados mais de 30 dias, o caso continua sem solução. Segundo Eliel,  depois que foram enviados os documentos, nenhum contato foi feito pela empresa. Segundo conta, outros e-mails já foram enviados por ele e a esposa, mas nenhum deles teve resposta.

O produtor se disse frustrado com o tratamento recebido da Energisa, e afirmou que cogita a possibilidade de buscar, por via judicial, o ressarcimento pelo prejuízo sofrido.     

  

Rogério Perucci

Fonte: folhadosulonline

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias