Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020 - 17:41 (Geral)

L
LIVRE

Silas Malafaia critica o senador, Marcos Rogério, em vídeo publicado em seu canal no Youtube

O pastor foi contra a aprovação do projeto de iniciativa do senado que combate as notícias falsas.


Imprimir página

O pastor, Silas Malafaia usou suas redes sociais e seu canal no Youtube para se posicionar contra a aprovação do projeto de iniciativa do Senado que supostamente combate as notícias falsas. No vídeo publicado, Silas criticou vários senadores, entre eles, o rondoniense Marcos Rogério (DEM).

Silas disse que o projeto aprovado é uma “censura das redes sociais” e que os parlamentares evangélicos que se posicionem a favor do tema. “Senadores da direita fazendo o jogo da esquerda, cambada de otários, e tem três evangélicos. Qual é o jogo? O jogo é amordaçar o povo”, disse.

Malafaia atacou o Senador Rondoniense, Marcos Rogério e criticou mais duas senadoras que fazem parte da bancada evangélica: Daniela Ribeiro (Paraíba) e Eliziane Gama (Maranhão). Silas disse que para o rondoniense que é uma vergonha, votar junto com aqueles esquerdopatas.

O pastor ressaltou que “ninguém vai tirar a liberdade do povo de se expressar. Para injúria, calúnia, difamação e ameaça tem lei. Código penal, do 138 ao 147. Isso é uma tremenda de uma safadeza para calar o povo brasileiro”.

O Senador, Marcos Rogério, até o momento da publicação dessa matéria não justificou ainda o seu voto favorável ao projeto.

SOBRE O PROJETO

O plenário virtual do Senado aprovou, na terça-feira (30), o texto-base do projeto que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, também chamado de lei de combate às fake news.

A proposta estabelece normas e mecanismos para redes sociais e serviços de mensagem privada com a promessa de combater abusos, manipulações, perfis falsos e disseminação de notícias falsas na web. O texto foi aprovado com 44 votos favoráveis e 32 contrários (leia o projeto na íntegra.)

Fonte: News Rondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias