DE ACORDO COM OMS, BRASIL AINDA NÃO CHEGOU AO PIOR DA PANDEMIA

A organização também declarou que os sistemas de saúde do Brasil –entre outros países sul-americanos– estão “sob pressão”.
Terça-Feira, 02 de Junho de 2020 - 09:58

O diretor-executivo da OMS (Organização Mundial da Saúde), Michael Ryan, afirmou nesta 2ª feira (1º.jun.2020) que o pico de casos de covid-19 no Brasil ainda não chegou. Segundo ele, não é possível prever quando o país atingirá o pior momento na pandemia.

Ryan disse que os países da América Latina têm, no momento, os maiores registros diários de casos e mortes pela doença. A transmissão no continente continua fora de controle.

“Não acredito que tenhamos atingido o pico, e não posso prever quando ocorrerá, mas precisamos mostrar solidariedade aos países das Américas Central e do Sul, da mesma forma que fizemos com países de outras regiões”, afirmou.

A organização também declarou que os sistemas de saúde do Brasil –entre outros países sul-americanos– estão “sob pressão”.

“Se olharmos os diferentes hemisférios, 5 dos 10 países com maior número de casos nas últimas 24 horas estão na América: Brasil, EUA, Peru, Chile e México. É uma área bastante ampla. E os países com maior aumento são Brasil, Colômbia, Peru, México, Haiti e Argentina”, disse Ryan.

Até a noite desta 2ª feira (1º.jun.2020), o Ministério da Saúde contabilizava 526.447 casos de covid-19 no Brasil. O número de mortes chegou a 29.937.

Fonte - Poder 360

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.