PESQUISADORA DO RIO DE JANEIRO FAZ PALESTRA E LANÇAMENTO DE LIVRO NA UNIR SOBRE ONGS NA AMAZÔNIA

Evento ocorrerá nesta terça-feira, 01 de outubro, no Auditório da DIRED/UAB no Campus da UNIR em Porto Velho e temática envolve interesses estrangeiros, ambientalismo e ONGs na Amazônia. A inscrição é gratuita e os certificados emitidos ao final da palestra.
Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019 - 15:07

O Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil – HISTEDBR/UNIR, o Centro de Estudos Marxistas em Educação e História na Amazônia – CEMEHIA/UNIR e a Executiva Estadual de Estudantes de Pedagogia – ExROPe, organizam palestra e lançamento de livro que debate o fenômeno das ONGs na Amazônia num momento em que sua presença e atuação são alvo de constantes críticas e ataques. A relação das ONGs com as potências estrangeiras, as correntes do ambientalismo, o debate acerca da preservação da natureza e a defesa de seus povos originários serão temas abordados na palestra e debate.

A professora Nazira Camely é natural de Cruzeiro do Sul (AC) e desde 1999 desenvolve pesquisas na Amazônia, foi professora da UFAC e atualmente é Docente da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Rio de Janeiro. Segundo o prefácio da obra, escrito pelo geógrafo Ruy Moreira, "Dois modelos de instituição põem-se hoje entre o Estado (a sociedade política) e a sociedade (a sociedade civil), as Agências Reguladoras e as ONGs. São pontes de ligação as Agências Reguladoras, no sentido do Estado para a sociedade civil e as ONGs, no sentido da sociedade civil para o Estado. No fundo, lugares de lobby e colchões amortecedores dos conflitos entre sociedade e Estado nas lutas contemporâneas do presente. É sintomático que assim se chamem. As Agências Reguladoras com a função cada vez mais explícita de organizar o interesse das empresas dentro do Estado. As ONGs com a função mista – há ONGs e ONGs, diga-se – de reproduzir, dos movimentos sociais às empresas, pessoas e organismos postados na franja do contato sociedade-Estado, às vezes com os mesmos propósitos lobistas das empresas. As ONGs na Amazônia na área da mobilização e presença ambiental são o tema desse ousado Imperialismo, ambientalismo e ONGs na Amazônia".

Ainda segundo Ruy Moreira, "Nazira Camely, conhece, por militância e vivência, o tema sobre que escreve. Desde longa data a Amazônia é objeto de cobiça externa – hoje interna, da expansão do agronegócio – denunciado hoje e sempre por geógrafos da estatura de Orlando Valverde. É nessa tradição que se coloca o livro de Nazira Camely. A dissecação da presença imperialista, agora travestida na roupagem do onguismo, como a autora refere-se a esse biombo, essa cortina de fumaça com que os grupos Internacionais e seus sócios e consórcios nacionais hoje aparecem, apresentados como preservadores do ambiente e da riqueza infinda e sem par que a natureza e a cultura amazônicas reúnem em seu seio, numa multiplicidade e síntese que não vemos em qualquer outro lugar. Um típico e mal disfarçado cavalo de Troia".

A palestra e o lançamento do livro ocorrerão no Campus José Ribeiro Filho da UNIR, em Porto Velho, no Auditório da DIRED/UAB (atrás do prédio da biblioteca central), a partir das 14h no dia 01 de outubro (terça-feira). As inscrições serão realizadas no local e os certificados entregues ao final da palestra.

Fonte - 015 - Assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.