PADRASTO É ACUSADO DE ESPANCAR E MATAR MENINO DE 2 ANOS

Crime teria ocorrido na frente da irmã da criança, de 4 anos. Preso, o suspeito disse que bateu porque o enteado pôs toco de cigarro na boca
Sábado, 28 de Setembro de 2019 - 09:47

Goiás - Um caso bárbaro está sendo investigado pela Polícia Civil de Goiás. Um homem de 19 anos foi preso nessa sexta-feira (27/09/2019), em Catalão (GO), no sudeste do estado, acusado de espancar e matar o enteado de apenas 2 anos. O crime teria ocorrido na frente da irmã do garoto – a menina tem apenas 4 anos.

O padrasto estava escondido em um hotel da cidade. E teria espancado o menino após a companheira, que está grávida, sair para uma consulta. “Ele confessou e alega que agrediu porque a criança estava colocando toco de cigarro na boca. Disse que deu alguns tapas na cabeça e que depois o garoto foi tomar banho, escorregou, caiu e passou mal”, disse o delegado Vitor Magalhães ao site G1.

Assim que ouviram o choro da criança, os vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros. O menino chegou a ser levado à Santa Casa de Catalão, mas sofreu seis paradas cardíacas e não resistiu. Após médicos e enfermeiros da unidade de saúde desconfiarem das lesões no corpo da vítima, a Polícia Militar foi acionada. O garoto tinha ferimentos nas costas, na cabeça e teve hemorragia cerebral, segundo os investigadores.

Os peritos estiveram na residência do casal e encontraram diversos sinais de agressão, como sangue, vômitos e marcas de arrastamento. Ainda de acordo com o delegado informou ao G1, vizinhos da família relataram que o padrasto “agrediu muito” o menino. Eles afirmaram também que as surras eram comuns. O Conselho Tutelar acompanha o caso.

O suspeito foi levado para o presídio de Catalão e deverá responder por homicídio doloso (com intenção de matar). Ele já tem passagens por tráfico de drogas e outro homicídio.

Fonte - 015 - Metrópoles

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.