CONHEÇA OS DIFERENTES TIPOS DE PISCINA

Saiba mais sobre o assunto!
Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019 - 15:34

Ter uma piscina em casa para os dias mais quentes é o sonho de grande parte dos brasileiros. Para realizá-lo, o primeiro passo é conhecer os tipos de piscinas, pois as instalações são feitas de maneira diferente. 


Depois de que a piscina já tiver sido inaugurada, também é necessário fazer a manutenção dela. Caso contrário, a diversão poderá ficar comprometida. Saiba mais sobre o assunto!


Fibra

A piscina de fibra é a opção mais barata para as casa, pois não requer uma estrutura específica para aguentar o peso da água. Para instalá-la, é preciso escavar o terreno, de acordo com a profundidade dela e colocar equipamentos hidráulicos (tubulações e bomba de água).


Depois da escavação, o vão entre o buraco de terra e o casco de fibra deve ser preenchido com terra, cimento e areia. Todo o espaço precisa ser preenchido para evitar ondulações e rachaduras. O último passo é escolher o contrapiso para colocar em volta da piscina. 


Esse tipo de piscina tem como vantagem poder ser instalado rapidamente e por um preço baixo. Porém, ele só está disponível em poucos formatos e, aos poucos, a fibra pode manchar. 


Alvenaria

A piscina de alvenaria possui estruturas (vigas e pilares) e os vãos são preenchidos com blocos. Portanto, nesse caso, o peso da água é suportado pelos elementos estruturais e pelos blocos. 


Por exigir uma instalação mais elaborada, essa piscina tende a ter um custo maior. No entanto, é possível escolher o formato, porque há várias opções. 


Concreto 

Visualmente, essa piscina é semelhante a de alvenaria. Porém, nessa, o vão é preenchido com concreto e ferro, o que a torna mais resistente — e também mais cara. 


Vinil

A piscina de vinil é parecida com a de concreto, mas o revestimento é de vinil e não de pastilha ou azulejo. As vantagens desse tipo são a versatilidade de usar a piscina de acordo com o projeto, rapidez na instalação e facilidade de fazer a limpeza. 


A maior desvantagem da piscina de vinil é que o revestimento deve ser trocada a cada 10 anos aproximadamente. Se isso não for feito, o vinil poderá se fragilizar. 

Manutenção

Mais do que escolher uma piscina para a casa, é importante estar ciente de que ela exige cuidados especiais. O primeiro passo consiste em observar se a piscina está com lodo. Nesse caso, é necessário utilizar um algicida de choque para exterminar as algas. 

Sempre que possível, vale a pena limpar as bordas da piscina com um produto específico. Afinal, a sujeira dessa parte pode contaminar a água, se não houver a devida atenção. 

Depois disso, é necessário aspirar o resíduo sólido no fundo da piscina com um rodo aspirador. É nesse momento que os filtros para piscinas tem um papel importante, eles devem ser usados para ajudar a eliminar as impurezas, deixando a água fresca para os banhos. 

O tratamento químico é a última etapa e consiste em usar alguns produtos para evitar a proliferação de microorganismos. Mas antes de jogar qualquer composto na água, é necessário calcular o pH dela. Quando a piscina já estiver completamente limpa, recomenda-se usar algicida uma vez por semana para evitar o surgimento de algas. 

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.