HORAS APÓS O CRIME, IRMÃOS QUE MATARAM CABO DA PM A TIROS EM VILHENA SÃO CAPTURADOS

Homem acusado de puxar o gatilho tem passagem pela polícia por assalto
Quarta-Feira, 07 de Agosto de 2019 - 11:32

Foram capturados, horas após o crime, os dois irmãos acusados de envolvimento na morte do policial militar Gilberto Santos Passos, 39 anos, o “Ratinho”. Ele foi executado a tiros após uma discussão com dois irmãos, por causa de um terreno no Setor 13, em Vilhena.

O homem acusado de ter feito os disparos que mataram o PM é Cledivaldo F. da S., 28 anos, que já tem passagem pela polícia por assalto. Ele foi capturado numa região de mata. Seu irmão, Sandro F. da S. 25, testemunhou a execução de Gilberto, que era cabo e estava na corporação desde 2006, também foi preso.

De acordo com áudio compartilhado num grupo no WhatsApp por outro PM, Ratinho e o irmão, cujo nome não foi divulgado, foram até o local onde aconteceu o assassinato e, lá, iniciaram a discussão por causa do imóvel.

Cledivaldo puxou a arma para o PM e, neste momento, o policial também sacou seu revólver. Neste momento, Sandro teria derrubado passos e o assassino fez os disparos com a vítima no chão. Após ser baleado, o cabo correu por alguns metros e caiu num terreno baldio. Foi socorrido, mas morreu antes de dar entrada no Hospital Regional de Vilhena.

Os dois acusados, levados para a Unisp, serão interrogados daqui a pouco. A reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE acompanha o caso.

Fonte - 015 - Folhadosulonline

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.