PREFEITURA DE ARIQUEMES, SENAR E SINDICATO RURAL MINISTRAM CURSOS PROFISSIONALIZANTES GRATUITOS PARA MAIS DE 120 AGRICULTORES

Capacitações ocorreram em parceria com a Associação dos Pecuaristas de Ariquemes (APA), durante a 36º EXPOARI.
Segunda-Feira, 29 de Julho de 2019 - 15:48

Inseminação artificial de Animais, operação de trator agrícola, de pá- carregadeira e roçadeira, apicultura, cultivo e produção de mudas de café clonal foram os cursos gratuitos ministrados pela Prefeitura de Ariquemes, através das Secretarias Municipais de Meio Ambiente (SEMA) e Agricultura, Indústria e Comércio (SEMAIC), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e Sindicato Rural, a cento e vinte produtores da região.  Além destas capacitações, ainda foram ofertadas palestras sobre Fruticultura, Piscicultura, cacau tecnificado, controle de mastite e produção leiteira. Os trabalhos ocorreram durante a 2º Agroari, no Parque de Exposições da APA, no período diurno da semana em que aconteceu a 36º Exposição Agroinsdustrial de Ariquemes - EXPOARI. "Cada curso teve, em média, carga de quarenta horas de duração e ocorreram de segunda a sexta-feira. Além dos cursos e palestras, também disponibilizamos um estande durante a noite para os visitantes que desejavam obter informações." Disse Antônio Marcos, articulador da SEMA.

A Secretária da SEMAIC, Gilva Fernandes, disse que foram expostas amostras de produção de vinte agroindústrias em funcionamento no município. "Nós convidamos todas as agroindústrias atuantes no município e aquelas que levaram seus produtos, participaram da exposição. O objetivo é fazer com que as pessoas conheçam os produtos certificados, com segurança alimentar e desta forma divulgar todo nosso potencial agrícola." Explicou Gilva.

EDUCAÇÃO PARA O CAMPO

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) levou o projeto 'Lixonilda Reciclada da Sobra', para o estande. Feita com material reciclado, incluindo garrafas PET e de água mineral, a personagem foi criada pelas professoras Mazilda Nogueira e Maria Stella Muzzy, em 2011, quando lecionavam na Escola Municipal Padre Ângelo Spadari, no Distrito Bom Futuro. O objetivo é estender a iniciativa para as vinte e seis unidades educacionais da rede municipal, com o intuito de criar nos estudantes a consciência sobre a importância da seleção dos resíduos sólidos na hora do descarte. "O trabalho faz parte das prerrogativas do selo UNICEF. A cesta azul é para papel, amarelo para metal, vermelho para o plástico e o verde para o vidro. Nós também aplicamos um questionário para saber como os visitantes faziam o descarte do lixo doméstico e, por incrível que pareça, a maioria não faz a separação correta." Concluiu Isabele Teixeira, coordenadora da SEMED.

Fonte - 015 - Assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.