POLÍTICA & MURUPI: LICITAÇÕES NA MIRA DA LEI

O projeto da nova Lei de Licitações com novidades de contratação como seguro-garantia para grandes obras, tipificação de crimes e norma nas 3 esferas de governo,roda na pauta do Congresso
Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019 - 14:06

"A aprovação de crédito extra de R$248,9 bilhões pelo placar de 450×0 sepultou a expectativa de fracasso da política de Jair Bolsonaro de não negociar com o Congresso na base do “toma lá, dá cá”.Cláudio Humberto Jornalista.

1-O risco de ganhar e perder

O deputado Roberto de Lucena do Pode-SP pôs o dedo na ferida das concessionárias de energia e via proposta legislativa pode dar fim  ao golpe que sequer é percebido.

É do capitalismo o risco, mas empresas de energia repassama inadimplência e o prejuízo pelos “gatos” ao consumidor livrando a cara do acionista, em vez de promover programas para redução de perdas. É a “socialização do prejuízo”. E se a moda pega, outras concessionárias entrarão na dança e o “burro de carga” vai sentir o alívio.

2-Um tiro no pé

Com a credibilidade mais baixa que cloaca de ofídio, a “izquierda brazuca” promoveu sua greve geral com uma pauta confusa e, mesmo com o desgaste da Vaza Jato, não empolgou.

O relatório da reforma previdência tinha sido lido, os cortes na economia explicados e culpar e a quem creditar o caos após anos de PT? A oposição perdida e isso é mal, esqueceu o que ensinou Bush em 1992 “É a economia, estúpido”. O povo quer emprego. Ideologia? Só para a elite da “izquierda” que não quer largar a teta. 

3-Olha o gás!

Mesmo capengando com interferência política e a roubalheira de sempre, a Petrobrás segue fazendo o que sabe com muita competência: descobrir petróleo e gás. De seis campos descobertos em Sergipe deverá extrair 20 milhões de m³/ dia de gás natural, ou 33% da produção nacional gerando R$ 7 bilhões/ano.

Isso pode realizar o projeto do "choque de energia barata" do Paulo Guedes que quer o gás barateado em 50% e reindustrializar o país. E Urucu aqui ao lado reinjetando gás no poço... Ô raiva que dá!

O capitão que já tinha despachado até general na semana, pôs a faca nos dentes mirou a caixa preta do BNDES, avisou que Levy tinha a cabeça a prêmio, exigiu a saída do diretor Marcos Pinto e detonou. Paulo Guedes agora vai ter que arranjar dois diretores que não usem gravata vermelha, nem barba, que falem mal do PT e que preferencialmente sejam evangélicos, militares ou os dois. O capitão às vezes parece ser presidente, às vezes deputado, mas de vez em quando encarna o próprio Urtigão. 

5-Licitações na mira da lei

O projeto da nova Lei de Licitações com novidades de contratação como seguro-garantia para grandes obras, tipificação de crimes e norma nas 3 esferas de governo,roda na pauta do Congresso. Uma guinada se dá inversão de fases: primeiro se julga a proposta e depois os documentos.

E mais: que talmanter o contrato mesmo irregular para não parar a obra, serviço ou entrega de material? Fique de olho no PL 1292/95.

leoladeia@hotmail.com

Fonte - Leo Ladeia/NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.