MARIDO LEVA A ESPOSA PARA HOTEL E A ESPANCA POR TRÊS DIAS SEGUIDOS

Segundo delegada, as agressões foram tão intensas que o homem poderia ter matado a esposa por espancamento
Quarta-Feira, 08 de Maio de 2019 - 14:37

Uma mulher de 33 anos foi brutalmente agredida pelo companheiro, de 37 anos, durante ao menos três dias, dentro de um quarto de hotel em Cáceres (220 km de Cuiabá). A mulher foi salva por policiais civis na última segunda-feira (06), depois que a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cáceres recebeu a denúncia e prendeu o suspeito em flagrante.

Conforme informações da Polícia Civil, por volta das 09 horas, a equipe da DEDM recebeu uma denúncia anônima de que uma mulher, que estava hospedada em um hotel de Cáceres, estava sendo espancada.

Uma equipe foi encaminhada para o endereço indicado, mas, quando chegou ao hotel, já não encontrou nem a vítima, nem o agressor, que fugiu assim que viu a aproximação das viaturas policiais. Apesar disso, o suspeito foi detido rapidamente, ainda na região.

Pouco depois, a vítima foi encontrada bastante lesionada, com vários hematomas no corpo e rosto. Ela contou aos policiais que convive com o agressor há cerca de um mês e que estava sendo agredida por ele há três dias. Além de dar socos e pontapés, para espancá-la o homem ainda usava um pedaço de madeira.

Na segunda-feira (06), o dia em que o suspeito foi preso em flagrante, ele havia trancado a companheira no quarto do hotel para que ninguém visse os hematomas no corpo dela. Porém, ele novamente a agrediu e outros hóspedes ouviram os gritos e acionaram a polícia.

A delegada da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cáceres, Judá Maali Pinheiro Marcondes, disse que as agressões foram tão intensas que o suspeito poderia ter matado a companheira por espancamento.

Judá ainda lembrou que a denúncia feita pelos hóspedes e a rápida chegada da polícia foi essencial para manter a vida da mulher.

“A denúncia da sociedade e a ação imediata da polícia foi essencial para a prisão do suspeito, demonstrando que crimes de violência contra a mulher serão fortemente combatidos em todos os casos”, disse a delegada.

O suspeito foi preso e autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, lesão corporal e cárcere privado, com base na Lei Maria da Penha.

Fonte - 013 - O Livre

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.