BOPE INICIA CURSO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS COM INTERCÂMBIO DE POLICIAIS DE OUTROS ESTADOS DESTACADO PELO GOVERNADOR

O curso terá a duração de 4 meses, sendo dividido em fases que envolvem rústica, policial, técnica e de operações e no final os concluintes recebem o brevê de caveira, símbolo maior do policial de Operações Especiais.
Segunda-Feira, 01 de Abril de 2019 - 16:59

Qualificar as policiais em perspectivas físicas, táticas, psicológicas e intelectuais para atuarem, de forma eficaz, em situações de alto risco. É com esse propósito que 35 militares deram início ao 6º Curso de Operações Especiais (Coesp) que será ministrado pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Estado de Rondônia (Bope). A cerimônia de abertura do Coesp/2019 foi realizada na manhã de segunda-feira, 1º, no auditório do Tribunal de Contas de Rondônia. O curso terá a duração de 4 meses, sendo dividido em fases que envolvem rústica, policial, técnica e de operações e no final os concluintes recebem o brevê de caveira, símbolo maior do policial de Operações Especiais.

A aula inaugural contou com a presença do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, do secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia (Sesdec), coronel PM José Hélio Cysneiros Pachá; comandante geral da PM, coronel Mauro Ronaldo Flôres Corrêa; coronel PM da reserva, Amoan Itaí Garrett (conhecido como o 01 do curso de Operações Especiais); comandante do BOPE, capitão PM Paulo Henrique; dentre outras autoridades civis e militares.

Segundo explicou o comandante da PM, coronel Ronaldo, o curso é marcado por provas técnicas que exigem disciplina, resistência a fadiga física, concentração e controle emocional, capacitando o policial para operar nas atividades policiais de alta complexidade. Ele enfatizou que dos 35 policiais que iniciam o curso, 22 são da Polícia Militar de Rondônia e os demais são de corporações dos estados do Amapá, Mato Grosso, Acre, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão e também da Polícia Rodoviária Federal.

As atividades do curso visam especializar policiais militares para enfrentar situações críticas no âmbito de todo o território estadual, dentre elas aquelas envolvendo artefatos explosivos, roubos a banco, bem como ocorrências com reféns localizados, dentre outras. “É de grande importância que a Polícia Militar de Rondônia inicia mais um curso, ou seja, o terceiro somente nestes primeiros 3 meses do ano: o de negociador policial, atirador de precisão e agora o de Operações Especiais. Isso demonstra o comprometimento do Governo do Estado com todo o programa de treinamento elaborado para melhor preparar os policiais”, enfatizou.

O governador Marcos Rocha enalteceu a importância da participação de policiais de outros estados fazendo valer o intercâmbio entre as corporações. Esse intercâmbio, inclusive, foi uma das pautas de discussões da Câmara de Segurança Pública, debatidas no 17º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, realizado na última semana em Macapá/AP. O governador reforçou a iniciativa de cada um dos participantes do curso que que se tornarão especialistas em operações especiais com técnica e controle e, ainda, deixou claro que o Governo do Estado não poupará esforços para melhorias tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. O governador ressaltou o comprometimento dos policiais e parabenizou o coronel Garrett, o 01 de Operações Especiais, pela trajetória conquistada na história da corporação.

Para o secretário da Sesdec, coronel PM Pachá, o Curso de Operações Especiais reforça a credibilidade da Polícia Militar de Rondônia que também estará formando vários policiais de outros estados, ou seja, garantindo um intercâmbio entre as corporações. “Será o 6º Coesp que a PM de Rondônia estará realizando e teremos também policiais de outros estados que, ao concluírem todas as etapas levarão o brevê e a bandeira de Rondônia para seus locais de origem”, disse o secretário.

Também na manhã de segunda-feira, antes da aula inaugural do Coesp, foi realizado o encerramento do I Curso de Atirador Policial de Precisão que teve início dia 28 de fevereiro, com o objetivo de especializar policiais militares ao tiro de precisão, com a participação de militares de Rondônia, Mato Grosso, Acre, Amazonas e Pará, tendo concluído o curso apenas 6 policiais.

Após todos os policiais terem recebido os brevês de atirador de precisão, o comando da PM realizou a entrega da medalha Mérito Forte Príncipe da Beira aos instrutores de outros estados em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à corporação sendo entregue ao tenente PMMT, Victor dos Santos Feliciani; sargento PMAC Edivaldo da Silva Figueirero; sargento PMMT Saulo ramos Rodrigues; cabo PMPA José Edmilson da Conceição; e soldado PMMT Josias Neris dos Santos.

Fonte - 015 - Secom - Governo de Rondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.