MARATONA DE AULÕES CHEGA À ESCOLA CAPITÃO CLÁUDIO MANOEL DA COSTA EM PORTO VELHO

A programação da manhã de estudos na escola Cláudio Manoel da Costa contou com Aulão das disciplinas de química; com o professor Andrez; história ministrada pelo professor Aleks Palitot, e biologia com o professor Samuel.
Segunda-Feira, 18 de Março de 2019 - 14:46

O sonho de ingressar na faculdade chega cada vez mais cedo para alguns, e para outros, nunca é tarde para a retomada dos estudos. São histórias que se entrelaçam em meio à maratona de aulões que vem sendo realizada em todo o estado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Direito, administração e engenharia civil são algumas das metas de aprovações citadas por estudantes no Aulão do último sábado (16), na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Capitão Cláudio Manoel da Costa, no bairro Cidade Nova, zona Sul de Porto Velho.

Os Aulões, de acordo com o secretário de Educação, professor Suamy Vivecananda, são mais uma forma que o Governo de Estado oferece para contribuir com processo de ensino nos estabelecimento da rede pública estadual de Rondônia. “Ações como essa motiva a todos, e não podemos perder esse espírito de mobilização” afirmou Vivecananda em sua participação na abertura do evento. O secretário destacou ainda que “os jovens possuem bastante energia e devem usá-la para os estudos”.

A programação da manhã de estudos na escola Cláudio Manoel da Costa contou com Aulão das disciplinas de química; com o professor Andrez; história ministrada pelo professor Aleks Palitot, e biologia com o professor Samuel.

OS SONHOS

As histórias e sonhos dos estudantes são das mais diversificadas. Enquanto as estudantes Maria Nazira, 14 anos de idade, e Rafaela Regis, 15, antecipam a preparação visando aprovações em universidades, Josinaldo Matias, 35, retomou os estudos na escola Capitão Cláudio e cursa o terceiro ano na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Mas os objetivos são os mesmos.

Maria Nazira cursa o 1º ano do Ensino Médio. Ela está se preparando, mas ainda não decidiu a profissão que pretende exercer. Já Rafaela Regis, também do 1º ano, estuda gestão empresarial e pretende cursar administração. Monica Sales, do 3º ano, tem 18 anos e vai prestar vestibular para ingressar no curso de direito. Ela conta que participou de um Aulão pela primeira vez. A estudante relata que achou diferente o formato de ensino. “Consegui aprender de forma uma animada. É melhor para memorizar a explicação”, disse Mônica.

O Josinaldo Matias conta que retomou o estudo no 5º ano na escola Capitão Cláudio Manoel da Costa, pela Educação de Jovens e Adultos (EJA), desde então não parou e pretende ser engenheiro civil. Disse que foi a primeira vez que participa de um Aulão. Afirma que conseguiu aprender, achou os professores bons, e as aulas foram dinâmicas e interativas. “Foi bem proveitoso, os professores falam de uma forma mais simples e jovial, uma boa estratégia para nosso entendimento” detalhou.

 FOCO NOS AULÕES

A diretora Geral de Educação da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (DGE/Seduc), professora Irany de Oliveira afirmou que, a Seduc por intermédio das Coordenadorias Regionais de Educação (CRE’s), está focada em fomentar ações pensando nas avaliações do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e do Enem.

A coordenadora da Coordenadoria Regional de Educação (CRE/Seduc) de Porto Velho, professora Paula Fernanda, diz que está satisfeita ao constatar as escolas se alinhando às ações estabelecidas em Porto Velho. A coordenadora afirma que a CRE continua recebendo sugestões para fechar o calendário dos Aulões. Os Aulões já foram realizados em diversos estabelecimentos da rede estadual de ensino de Rondônia.

O secretário de Educação, professor Suamy Vivecananda, destacou que o Governo do Estado tem o compromisso de contribuir com o processo de ensino-aprendizagem para que estudantes da rede pública estadual sejam melhor preparados e alcancem os resultados desejados pela equipe pedagógica da Seduc. Vivecananda orientou os estudantes a aproveitarem o conhecimento que os professores estão transmitindo.

“Mesmo com as dificuldades enfrentadas, acreditem em vocês. Com esforço, todos nós temos possibilidades de chegar onde queremos. Quando queremos, tiramos a pedra do caminho”, afirmou o secretário.

Fonte - 013 - Secom

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.