NOTA: PARALISAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO URBANO

Mais uma vez, o prefeito Hildon Chaves reafirma seu compromisso com a população de Porto Velho e, desse modo, não medirá esforços para retomar o transporte aos usuários do transporte coletivo urbano.
Sexta-Feira, 01 de Março de 2019 - 09:57

Sobre o movimento grevista dos motoristas e cobradores de ônibus nesta sexta-feira (1/3), que resultou em mais uma paralisação do transporte coletivo urbano, a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran) e da Procuradoria Geral do Município (PGM), ingressará com ação, na Justiça do Trabalho, para declarar ilegal a greve deflagrada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transportes Coletivo Urbano (Sitetuperon).

Deve-se ressaltar que nem o Município nem a empresa Amazontur foram avisadas da paralisação. Além da ilegalidade do movimento paredista, o Município vai requerer o imediato retorno das atividades, com aplicação de multa por dias parados.

A Prefeitura informa ainda que, no Diário Oficial do Município, publicado nesta sexta-feira, a Superintendência Municipal de Licitações tornou público, para conhecimento dos interessados, que realizará a licitação para concessão da prestação do serviço público de transporte coletivo urbano de passageiros na sede do Município de Porto Velho, incluindo a gestão dos sistemas organizacionais, a prestação dos serviços envolvidos e o atendimento aos usuários.

Mais uma vez, o prefeito Hildon Chaves reafirma seu compromisso com a população de Porto Velho e, desse modo, não medirá esforços para retomar o transporte aos usuários do transporte coletivo urbano.

Fonte - 015 - Comdecom

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.