ALEKS PALITOT PROPÕE VOTO DE LOUVOR PARA ESCOLAS E BLOCOS CARNAVALESCOS

O evento, realizado na plenária contou com a participação de outros segmentos da cultura que falaram da insatisfação e descaso que vem sofrendo por parte do poder público.
Quinta-Feira, 28 de Fevereiro de 2019 - 10:12

Pela defesa da cultura e patrimônio histórico de Porto Velho, a Câmara Municipal outorgou na tarde de ontem, quarta feira (27), o Voto de Louvor para sete escolas de samba e 13 blocos de carnaval. O evento, realizado na plenária contou com a participação de outros segmentos da cultura que falaram da insatisfação e descaso que vem sofrendo por parte do poder público.

“O Voto de louvor é para se fazer justiça aos blocos e agremiações carnavalescas de nossa cidade. Quanto legislativo, temos ciência das dificuldades enfrentadas pelos grupos na defesa dessa tradição, que representa a nossa cultura, nossa identidade”, afirmou Palitot.

Para ele, “é necessário se ter cuidado e não permitir que distorçam com discursos hipócritas, em uma tentativa de descaracterizar a importância do carnaval, menosprezando de forma pejorativa aqueles que trabalham para que esta grande festa aconteça”, ressaltou o Professor.

Cultural

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Reginaldo “Makumbinha”, o descontentamento do setor cultural não se trata apenas de dinheiro, mas a falta de parceria na definição das politicas para o segmento.

De acordo com Siça Andrade, presidente da “Banda do Vai Quem Quer”, o maior bloco carnavalesco do Estado, que arrasta mais de 100 mil foliões a cada desfile, esse reconhecimento por parte da Câmara traz uma segurança jurídica para as escolas e blocos.

“A banda se consolidou e de fato todos já diziam que a banda era um patrimônio de nosso município e agora temos garantido que a banda irá continuar independente, pois faz parte do calendário oficial de Porto Velho”, comemora Siça.

Fonte - 030 - Géri Anderson

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.