POLÍTICA & MURUPI: A GRANDE FAMÍLIA

O Flávio se nega a falar sobre o rolo da Alerj. Carlos fala demais e pior, no comando das redes sociais do pai acaba sendo a “voz do capitão” produzindo coisas como agora com Bebiano.
Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019 - 16:53

FRASE DO DIA:

“Parlamentares do PSL receiam que Bebianno evolua rapidamente do estágio de zumbi para o de assombração.”– Josias de Souza, jornalista.

1-A grande família

“Filhos... Filhos? Melhor não tê-los! Mas se não os temos como sabê-los?” Vinicius de Moraes sabia das coisas. O Bolsonaro está aprendendo a duras penas. E qual família não tem filhos que melhor seria não sê-los? No caso Bolsonaro, porém os meninos são da pá virada.

O Flávio se nega a falar sobre o rolo da Alerj. Carlos fala demais e pior, no comando das redes sociais do pai acaba sendo a “voz do capitão” produzindo coisas como agora com Bebiano. Eduardo é da PF, comedido, mas num vídeo disse ser possível fechar o Congresso com um soldado e um cabo. Sem jipe. Família é tudo!

2-Granada no Alvorada

Em caso de perigo, destrave, puxe o pino, ajuste o lançamento e boooom! Bolsonaro sabe como fazer isso. Mas para fazer o inverso foi preciso convocar o general Santos Cruz, o general Augusto Heleno, o ministro Lorenzoni e a deputada Joyce Halssemann para segurar o secretário Bebiano que fica no cargo e o presidente Bolsonaro.

Quanto aos filhos é só esperar a próxima tentativa de soltar o pino da granada. Ai o laranjal do qual se sabe ainda muito pouco vai virar uma quiçaça. Ô raça de menino doido! 

3-A reinvenção do Brasil

Combater a corrupção, descentralizar a renda, reduzir gastos, reorganizar os poderes, distribuir saúde para todos, rever o sistema previdenciário, acabar com privilégios das castas, regular a economia, diminuir o tamanho do estado.

Mas será preciso o compromisso das classes dominantes com o povo e um tempo de maturação, pois nada melhora da num clique. Ou o Brasil de qualquer espectro político continuará sendo a república de bananas com Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma, Bolsonaro, ou quem mais vier.

4-Altruísmo ou aparelho

Alagoas é um estado surpreendente. Imaginem como e porque a Universidade Federal de Alagoas resolveu batizar o restaurante do Campus do Sertão, na pequena Delmiro Gouveia, com o nome de Marielle Franco, uma vítima da violência no Rio de Janeiro. Delmiro Gouveia é pobre.

Os 50 mil habitantes têm as suas vítimas, dores e mazelas para chorar, mas a aparelhada UFal optou pela vereadora carioca. Que sensibilidade...

5-Previdência

Apenas uma idéia solta bem no estilo balão de ensaio e os mercados se agitaram. A bolsa, dólar, rentistas, bancos, agiotas e coisas tais, passaram a acreditar de novo no Brasil. O país do futuro está deixando o passado e sem passar pelo presente entrando no futuro.

Na era de prosperidade onde homens irão se aposentar com 65 anos e as mulheres com 60. O mercado é assim. Se engana e nos engana com pouca coisa. E falta muito ainda para a tal reforma da previdência, que continua quebradinha. Mas...  

leoladeia@hotmail.com

 

Fonte - Leo Ladeia/NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.