News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 16 de Maio de 2021

Livre

JOÃO DE DEUS SERÁ INVESTIGADO POR VENDA DE FALSAS PEDRAS PRECIOSAS

Força-tarefa instaurou inquérito para investigar denúncia de estelionato. Líder religioso negou o crime em depoimento à polícia
Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018 - 09:28

A Polícia Civil e o Ministério Público de Goiás receberam denúncia de que o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, pode ter ligação com negócio relacionado à venda de falsas pedras preciosas. A informação chegou à força-tarefa por meio de uma testemunha, mantida em sigilo, e gerou a abertura de novo inquérito.

A acusação, no entanto, só deve ser priorizada nas próximas semanas. Neste momento, promotores e policiais estão focados na investigação das denúncias de abuso sexual contra o médium.

Se a suspeita for confirmada, João de Deus pode responder também por estelionato. Questionado sobre o assunto no depoimento de domingo, o líder religioso negou participação em qualquer esquema de venda de falsas pedras preciosas.

O médium é conhecido por atuar no ramo de garimpo, extração e lapidação de pedras. Alguns dos cristais são oferecidos, inclusive, a fiéis que frequentam a Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), onde o acusado fazia atendimentos espirituais antes de ser preso.

João de Deus cumpre prisão preventiva no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia desde domingo (16/12), quando se entregou à Polícia. Segundo seus defensores, o líder religioso está abatido por ter diversos problemas de saúde e dormido num colchão no chão em uma das noites.

Fonte - 015 - Metrópoles

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.