News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 08 de Maio de 2021

Livre

LIÇÕES DA PARÁBOLA DO JOIO E O BRASIL – POR JOÃO BELARMINO DOS SANTOS*

A primeira lição, é que não podemos dormir em berço esplêndido, após a vitória de um ícone do conservadorismo, Jair Bolsonaro.
Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018 - 11:25

Neste novo Brasil que está se reinventando ou refundado, existe algumas questões a serem repensadas. A primeira delas utilizando a parábola ensinada por Jesus sobre a vigilância. Numa época em que os agricultores tinham torres de vigia na sua plantação para evitar saques, ladroagem ou mesmo que viesse um fazendeiro inimigo e plantasse uma erva daninha.

A primeira lição, é que não podemos dormir em berço esplêndido, após a vitória de um ícone do conservadorismo, Jair Bolsonaro. Essa dormência já aconteceu  após 1964, com  a contrarevolução. Os militares eliminaram a luta armada, mas esqueceram das cabeças pensantes nas universidades. 

O gramiscismo foi implantado silenciosamente, sem arruaças, sem alardes, exatamente como um joio, sem anunciar que estava formatando a elite intelectual pensante.

“Não tomem quartéis, tomem escolas. Não ataquem blindados, ataquem ideías.” (Gramisci)

Está ideía foi cultuada e posta em prática sem que nenhuma bala ou alguém resolvesse fazer a oposição. Pois exatamente a ideía gramiscista era combater com armas silenciosas, até formar uma “hegemonia cultural” ou a “hegemonia do pensamento único.” Quando esse pensamento único prevalecesse, as massas teriam aderido o socialismo sem a percepção necessária para questioná-la. O que resultaria na implantação do socialismo, sem que nenhum tanque nas ruas. Era o marxismo cultural em ação.

A  reconstrução do Brasil está apenas começando, é necessário a desconstrução do desconstrucionismo, parece redundante ou trocadilho, mas para reconstruir é necessário implodir, muitas vezes.

O sentimento existente no fazendeiro da parábola. Ele dormiu e veio o inimigo e semeou o joio. 

Vamos reconstruir os fundamentos da educação no Brasil, e desconstruir os fundamentos nas quais a educação brasileira está assentada.

 

JOÃO BELARMINO DOS SANTOS: É pedagogo e MBA em Administração Pública pela FGV. É professor na Universidade Paulista-UNIP

Fonte - JOÃO BELARMINO DOS SANTOS / NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.