News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 13 de Maio de 2021

Livre

POLÍTICA & MURUPI: APERTANDO O TORNIQUETE

Não podemos ter processos judiciais que se arrastam por décadas.
Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 - 14:38

FRASE DO DIA:

“Nós temos belos prédios de tribunais, carreiras jurídicas muito bem estabelecidas, uma produção acadêmica jurídica de qualidade em comparação com o resto do mundo, mas nós temos que convir que todo esse aparato pouco serviu para funcionar efetivamente em relação a esses crimes de corrupção”. Sérgio Moro.

1-Cabo de guerra I

“Na briga do Madeira com o barranco, candiru nada de banda”, diz Zé de Nana. Hildon Chaves ao trucar o cartel do transporte escolar paga um preço alto pela ousadia. Difícil negociar com a “tchurma do busão”.

Um ex-secretário de educação municipal que deu uma de candiru, perdeu o cargo ao declinar da propina para deixar tudo como dantes Outro deixou a coisa rolar e realmente rolaram: a sua cabeça e a sua reputação.   

Mas “nada é tão ruim que não possa ser piorado”, diz Zé de Nana de novo e inspirado. O Consórcio SIM foi às barras da justiça para oficializar a entrega de anéis, dedos e a partir daí atravancar a vida dos dependentes da “tchurma do busão do B” incluindo-se motoristas, cobradores, estudantes, idosos, cadeirantes e fazendo a festa nas redes com o povo caindo de pau. “A operação é deficitária”, dizem. Devoto de São Tomé e Sílvio Santos, só acredito vendo. Uma planilha realista e deixo minha devoção de lado.

3-Natal eletrizante

É bem difícil explicar ao povo uma vez que os sindicalistas garantiam que a “conta de luz” subiria com a privatização da ex-Ceron. Privatizou, subiu e não foi pouco: 25,34%. Quem pagava 100 reais pagará 125 reais. Sei que uma coisa não tem a ver com outra.

É a ANEEL que calcula a tarifa, mas explicar isso será uma pedreira para quem chega falando de inovação e tendo de encarar o berreiro do povão irado. Mas que sorte tem a Energisa e que azar temos nós... Justo no natal e receber um choque desses...

“Não podemos ter processos judiciais que se arrastam por décadas. Um dos pontos do projeto é consolidar a visão do STF e prever a execução penal a partir do julgamento em segunda instância. Há muita controvérsia a respeito, mas acho isso fundamental, independente de questões particulares envolvidas deixar claro na lei a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância”, disse hoje Sérgio Moro que pretende incluir a medida num projeto de lei a ser enviado ao Congresso. Falou minha língua...

5-Mistérios “coafianos”

"Uma história bastante plausível", disse Flávio Bolsonaro sobre a operação atípica de Fabrício, um moço que pesca com o capitão, assessor – tem sempre um assessor nos rolos – do seu filho Flávio e tomador e/ou pagador – a depender do ângulo – de grana alta que envolve a esposa do eleito.

Até aqui tudo nos conformes, mas é só esperar. Um dia o Fabrício Queiroz aparece e explica que houve um vazamento criminoso do COAF e com a conta feita... Aguardemos  o Fabricio. Um dia a casa cai. Sempre cai.

 

leoladeia@hotmail.com

 

Fonte - Leo Ladeia/NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.