News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 14 de Maio de 2021

Livre

1º FÓRUM INTEGRADO DE PREVENÇÃO HUMANIZAÇÃO E DIVERSIDADE É REALIZADO EM PORTO VELHO

Teve início nesta segunda-feira (3) o 1º Fórum Integrado de Prevenção Humanização e Diversidade com abordagem multidisciplinar.
Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2018 - 15:58

Teve início nesta segunda-feira (3) o 1º Fórum Integrado de Prevenção Humanização e Diversidade com abordagem multidisciplinar. O evento acontece no Rondon Palace Hotel em Porto Velho até as 18h e conta com a parceria da Casa Família Roseta e de ONGs. O Fórum é direcionado aos funcionários da saúde, das casas terapêuticas, acadêmicos da saúde.

A coordenadora Epidemiológica HIV/Aids no estado, a enfermeira Gilmarina Araújo, destacou a importância da meta 90/90/90 que consiste em ter, até 2020, 90% das pessoas com HIV devidamente diagnosticadas e realizando tratamento com antirretrovirais e deste grupo 90% com carga viral indetectável.

A diretora geral da Casa Família Rosetta, Giusi Fulco, disse que o Fórum Integrado de Prevenção Humanização e Diversidade foi criado devido às necessidades que as comunidades terapêuticas tem de estreitar os laços com as instituições públicas, visando parcerias mais acolhedoras e eficientes no resultado final junto ao paciente.

A agente de saúde da ONG Transformação de Porto Velho, Karen de Oliveira Diogo, falou sobre os 30 anos da Aids, onde a população LGBT era discriminada mais que nos dias de hoje. Karen também ressaltou a importância do atendimento nas unidades de saúde, para evitar o retrocesso da não adesão e a proliferação do clube do carimbo, onde pessoas portadoras do vírus HIV não são acolhidas ao buscar tratamento e saem proliferando a doença para se vingar, “precisamos discutir essas questões”, afirmou.

A diretora da Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa), Maria Arlete da Gama Baldez, disse que as unidades de saúde de Rondônia oferece a população testes rápidos e preservativos e destacou que os números referentes aos casos de HIV/Aids em Rondônia não são bons e citou aumento no número de casos na faixa etária acima dos 49 anos e citou a importância da parceria com as ONGs.

Fonte - 030 - SECOM - GOV/RO

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.