News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 17 de Maio de 2021

Livre

DR NEIDSON COBRA DA SAE PROVIDÊNCIAS PARA SOLUCIONAR SITUAÇÃO DE JACI-PARANÁ

Parlamentares vão convocar representantes da usina para explicar situação do distrito, dos pagamentos e indenizações
Quarta-Feira, 28 de Novembro de 2018 - 14:48

O deputado Dr. Neidson (PMN) discursou durante a sessão ordinária desta terça-feira (27) para falar da situação de calamidade que vivem os moradores do distrito de Porto Velho, Jaci-Paraná, devido as infiltrações no solo em decorrência do lago formado para a geração de energia e que estão destruindo as residências.

O parlamentar relatou que esteve no distrito (fez apresentação das imagens captadas no local mostrando a situação) onde pode constatar a situação da localidade.

Segundo Dr. Neidson, a grande reclamação dos moradores é de que a água está infiltrando no subsolo e destruindo as casas. “Os comércios próximos a rodoviária também estão afetados e as pessoas estão sendo removidas do local”, destacou o parlamentar.

Neidson afirmou que as usinas ficaram de apresentar projeto sobre o nível das águas, e que era para ter sido entregue no meio do ano e até o momento nada foi feito.

“Acho que é um distrito que está em extinção, pois acredito que todos terão de ser removidos”, lamentou Dr. Neidson afirmando que os moradores querem saber até onde será atingido pelas águas, pois são mudados a todo instante e não são informados.

Dr. Neidson concluiu conclamando aos demais parlamentares para que apóiem os moradores. “Vou solicitar, através da Comissão de Fiscalização e Controle para que os representantes do consórcio Santo Antônio Energia (SAE) compareçam na ALE para dar explicações.

Apartes

O deputado Laerte Gomes (PSDB) disse que tem informações que o consórcio não tem condições de arcar com o combinado com os municípios (o parlamentar fez referência aos R$ 51 milhões aos municípios e R$ 30 milhões para Jaci-Paraná/Porto Velho). “Eles foram ao Bndes buscar aporte de recursos para poder honrar o compromisso. “Os municípios pequenos estão aguardando este repasse para fechar o ano”, destacou.

Adelino Follador (DEM) falou que a UPA construída no local está abandonada e provavelmente será perdida. “Foi dada carta branca para as usinas e eles fizeram o que quiseram. Eles têm de trazer uma solução para as prefeituras do interior onde alguns receberam 50% e de quando irão pagar o restante e também o integral aos demais que nada receberam até o momento”.

O deputado José Lebrão (MDB) disse que a grande maioria dos imóveis já foi indenizado, mas que é preciso verificar a situação para a indenização de todos os moradores, bem como os municípios. Precisamos fazer valer o direito da população.

Jesuíno Boabaid (PMN) lamentou e destacou que a notícia é muito grave e voltou a criticar o consórcio SAE. “Eles não estão ligando para a população de Rondônia”.

Já o deputado Cleiton Roque (PSB) disse que o tema é preocupante, pois acompanhou de perto e sabe a importância que tem para os pequenos municípios estes recursos.

Explicou que municípios que não receberam estavam com problemas de documentação e que os recursos para Porto Velho (Jaci-Paraná) dependem de projetos. “É importante que estejam aqui para sanar as dúvidas”, concluiu Cleiton Roque concordando em convidar o SAE para esclarecimentos quanto aos pagamentos.

O deputado Anderson do Singeperon (Pros) disse que se a usina não cumprir com o acordo e desrespeitar a Casa como já fez em outros momentos, vamos revogar a Lei, finalizou o parlamentar.

Fonte - 015 - ALE/RO - DECOM

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.