News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 05 de Maio de 2021

Livre

MÉDICOS SUSPENDEM CIRURGIAS CARDÍACAS POR CAUSA DE SALÁRIOS ATRASADOS NO ACRE

12 pacientes podem morrer
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018 - 15:25

A crise na saúde pública do Acre está a cada dia pior. A nova medida que prejudica os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado é a decisão dos médicos que prestam serviço à Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) de não realizarem mais as cirurgias cardíacas que ocorriam no Hospital Santa Juliana.

A situação, que pode registrar nos próximos dias a morte de pelo menos 12 pacientes que estão internados no hospital em estado grave, e com a indicação de urgência para as cirurgias que a que devem ser submetidos. E o medo é que o mais preocupa os pacientes do SUS.

Antonio Carlos de Brito, de 69 anos, conta que está internado há 17 dias no Hospital Santa Juliana. Apesar de ser bem tratado pelos funcionários da unidade de saúde, ele diz que isso não é suficiente para que o tratamento ocorra como deve. “É um verdadeira descaso isso que estão fazendo aqui”, reclama.

“O que a gente sabe é que estão há vários meses sem pagar os médicos que vem de fora [do Estado] para fazer as cirurgias cardíacas. E a gente infelizmente precisa esperar porque se formo para o TFD, eles mandam para o TFD Nacional e nunca dão resposta, e agora ainda dizem que não tem dinheiro”, completa.

O problema com o pagamento dos médicos também atinge o paciente Sávio Moura, de 66 anos, que está internado há mais de uma semana no aguardo de uma cirurgia também de urgência. Com medo da morte, o paciente diz que já fez várias cirurgias e que não sabe mais a quem recorrer para que o problema seja resolvido.

“O médico pediu a cirurgia com urgência. Preciso colocar duas pontes de safena, e aqui eles não poodem fazer nada porque os médicos nãoe stão vindo para o Acre. Eles não receberam, então não estão fazendo as cirurgias aqui. O meu médico pediu urgência porque é grave, mas não tem como fazer a cirurgia”, denuncia.

Procurada, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) informou que estava marcada para esta sexta-feira, dia 16, uma reunião entre Governo e representantes dos médicos. As tratativas são justamento para resolver a questão. A sesacre não informou qual o valor da dívida.

Fonte - 010 - ac24hororas

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.