News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021

Livre

COMEÇA O JULGAMENTO DE KATSUMI YUJI IKENOHUCHI LEMA, ACUSADO DA MORTE DE 'CHICO PERNAMBUCO'

O advogado da defesa afirma não ter dúvidas da inocência de Katsumi.
Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018 - 14:36

Começou na manhã desta quarta-feira (17) na Primeira Vara do Tribunal do Júri o julgamento de katsumi Yuji Ikenohuchi Lema. Primo do atual prefeito de Candeias do Jamari, Katsumi é apontado pela Polícia Civil como mandante na morte de Chico Pernambuco assassinado a tiros em março de 2017.

Na sequência a audiência ouviu as testemunhas de acusação solicitadas pelo Ministério Público. Uma delas a delegada que esteve à frente da primeira fase das investigações pela Polícia Civil, Keity Mota Soares.

A delegada deu detalhes das investigações e de como Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema se tornou a peça chave para desvendar o atentado ao prefeito Francisco Vicente de Souza e da namorada dele,  Bruna Blackman Mota.

Genival Queiroga diretor do Instituto Médico Legal estava na lista das testemunhas requisitadas do Ministério Público (MP/RO). Ele seria ouvido após a “testemunha preservada”, mas problemas de saúde o impedira de estar no júri.

Enquanto os “testemunhos” eram ouvidos, Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema não emitia qualquer tipo de expressão. O suspeito foi um dos últimos a chegar no Tribunal do Júri trazido escoltado por agentes penitenciários. De uniforme o réu esteve escoltado por dois policiais. Familiares e amigos da vítima compareceram ao julgamento. Do lado de fora do prédio do Fórum este grupo pedia por justiça. O advogado da defesa afirma não ter dúvidas da inocência de Katsumi.

“A defesa entende que não existe elementos suficientes para que possa levar a condenação desse rapaz (Katsumi Yuji). O que existe contra ele na presente ação penal é somente “achismo”, disse, o advogado de defesa Marcos Vilela.

Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema primo do atual prefeito de Candeias é apontado nas investigações da Polícia Civil como o mandante na morte do Prefeito de “Chico Pernambuco”. Os outros seis acusados de participação no crime já foram julgados e condenados a mais de 14 anos de prisão.

O prefeito Francisco Vicente de Souza foi morto a tiros no dia 18 de março de 2017. A vítima chegava em casa na companhia da namorada BrunaBlackman Mota quando homens armados o surpreenderam.

Consta do inquérito das investigações, que estaria na quebra de um acordo entre a vítima Katsumi Yuji na campanha eleitoral de 2016 os motivos que levaram a queima de arquivo. 

Na última quinta-feira a polícia civil cumpriu mandados de busca na sede da prefeitura no município há 22 quilômetros de porto velho. Os telefones celulares do prefeito e da mulher dele foram apreendidos para averiguação.

Fonte - NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.