News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 13 de Abril de 2021

Livre

PROJETOS PARA COMBATER O TRÁFICO DE DROGAS E O CRIME ORGANIZADO, SÃO APRESENTADOS PELO CORONEL PRETTZ

Conforme dados publicados pelos Governos Estaduais e Tribunais de Justiça, um a cada três presos do Brasil, respondem por tráfico de drogas
Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018 - 10:26

Conforme dados publicados pelos Governos Estaduais e Tribunais de Justiça, um a cada três presos do Brasil, respondem por tráfico de drogas. O candidato a deputado estadual, Coronel Prettz (25.555) dedicou 27 anos de sua vida profissional a segurança pública e por isso, ele garante que sabe o que fazer e vai trabalhar para combater esse tipo de crime.

Apesar da Lei das Drogas (Lei 11.343) apresentar punições severas para quem comete esse tipo de delito, esse esquema movimenta aproximadamente R$15,5 bilhões de reais por ano, segundo a Consultoria Legislativa da Câmara de Deputados.

Neste estudo, feito em 2017, Rondônia apresentou o percentual de 18,4% presos por tráfico. Esse índice consegue explicar a superlotação que os presídios se encontram e a crise no sistema penitenciário.

Em suas propostas, o candidato mostra algumas ações a serem tomadas, a respeito do assunto. “A violência está diretamente ligada ao tráfico de drogas e ao crime organizado. Nosso Plano propõe ações para fortalecer o Grupo de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil (GCCO), a interiorização do Departamento de Narcóticos (Denarc) e o mapeamento de rotas de narcotráfico, laboratórios e pistas de pouso clandestinas”, disse Prettz.

O ex-comandante da Polícia Militar pretende buscar ações integradas com o Grupo Especializado em Fronteiras (GEFRON) com intuito de buscar recursos federais e implementar ações visando aumentar a efetividade da prevenção e punição dos delitos transnacionais.

Outra medida é o aumento do policiamento preventivo e repressivo na faixa de fronteira internacional com a Bolívia, com o objetivo de reduzir o contrabando e o narcotráfico.

“Precisamos trabalhar para evitar que o tráfico de drogas entre por nossas fronteiras. Uma vez que essas substâncias adentram em nossos centros metropolitanos e urbanos, nossa luta fica ainda mais difícil”, concluiu.

Fonte - 015 - Assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.