News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 10 de Abril de 2021

Livre

DESPACHANTES DOCUMENTALISTAS ENTREGAM AO MINISTRO DAS CIDADES SUGESTÃO DE PROPOSTA QUE REGULAMENTA A PROFISSÃO

Responsável por agilizar processos junto aos órgãos públicos municipais, estaduais e federais, o despachante documentalista, somente na área de trânsito, responde por mais de 85% dos serviços de registro de veículos
Quinta-Feira, 27 de Setembro de 2018 - 16:35

Despachantes documentalistas de todo o país entregaram ao ministro das Cidades, Alexandre Baldy, nesta quarta-feira (26), a sugestão de proposta que prevê a regulamentação da profissão, por meio de resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

A categoria participou, ao longo do ano, de audiências públicas em diversos estados para apresentar o estudo que visa à inserção do despachante documentalista na legislação federal, de modo a legitimar a atuação.

Responsável por agilizar processos junto aos órgãos públicos municipais, estaduais e federais, o despachante documentalista, somente na área de trânsito, responde por mais de 85% dos serviços de registro de veículos junto aos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) em âmbito nacional.

“Temos nos pautado pelo diálogo com os mais variados setores da sociedade para que as políticas públicas nas áreas de atuação da Pasta – Habitação, Mobilidade Urbana, Trânsito, Desenvolvimento Urbano e Saneamento – sejam convergentes com os interesses da população. Para que os cidadãos possam ter acesso aos serviços públicos com menos burocracia”, disse o ministro das Cidades.

Segundo Baldy, a prioridade é simplificar a vida do brasileiro. Neste sentido, reiterou, tudo aquilo que for para ajudar na resolução de problemas das pessoas, nós contribuiremos.”

Para o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, a reunião, com a presença de representantes de todas as regiões, corroborou o reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela classe. “Ao papel valoroso dos despachantes no país. Algo secular. Uma categoria que merece o reconhecimento público, que tem sido importante na diminuição da burocracia e dos custos efetivos pagos ao se utilizar os serviços de trânsito”, ressaltou.

O presidente do Conselho Nacional dos Despachantes Documentalistas do Brasil, Gilberto Alvim, agradeceu ao ministro. “Este é um momento único: despachante organizado é bom para o estado, bom para os Detrans e, principalmente, bom para o cidadão”, comparou.

Já o superintendente do Conselho Federal dos Despachantes Documentalistas do Brasil, Paulo Maranhão, comentou que a proposta de regulamentação preserva o respeito aos profissionais, estimados em mais de 170 mil em atuação no país.

“Uma oportunidade inédita no Brasil para a categoria”, resumiu o presidente da Associação dos Despachantes de Trânsito do estado de Santa Catarina, Osnildo Osmar Silveira.

Fonte - 010 - cidades.gov

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.