News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021

Livre

CANDIDATA A DEPUTADA ESTADUAL, LUCIANA OLIVEIRA ASSUME COMPROMISSO COM ENTIDADES CULTURAIS

Com a participação de apenas cinco candidatos, a ativista falou sobre o descaso com o setor e a hipocrisia dos atuais políticos em relação ao tema
Quinta-Feira, 27 de Setembro de 2018 - 14:08

Porto Velho, RO – Ficou muito claro por que a cultura de Rondônia está totalmente relegada ao esquecimento quando o assunto são os atuais políticos e também a esmagadora maioria entre os que pretendem assumir cargos eletivos a partir de 2019.

A Federação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Rondônia (FESEC) e a Federação de Grupos Folclóricos de Rondônia (FEDERON) convidaram todos os candidatos para participar de um debate com tema exclusivo: demandas da cultura popular (escolhas de samba, quadrilhas, bois-bumbás, etc.).

Só que no encontro marcado para a última quarta-feira (29) apareceram somente cinco candidatos. Entre eles, Luciana Oliveira (PSB), que concorre a deputada estadual com o número 40.444.

À ocasião, a ativista discursou acerca da negligência e da omissão do poder público e seus representantes quando o assunto é cultura rondoniense. Falou, ainda, sobre a hipocrisia de alguns políticos que, de forma demagógica, forçam pautas politiqueiras a fim de atrair a atenção dos representantes da área.

“Quando digo que não tem política de cultura nem no município nem no Estado é porque temos um Fundo Estadual de Cultura aprovado desde 2012 e que não saiu do papel”, disse.

Para Luciana Oliveira, deputados tiveram o “desplante de discutir em audiência pública [o assunto] às vésperas destas eleições”.

A jornalista milita há muito tempo no movimento cultural de Rondônia, especialmente no carnaval e dedicou parte substancial de sua carreira às lutas encampadas pelas lideranças ligadas às mais variadas entidades do setor.

“Perguntem da minha coragem e descubram se sou capaz de honrar a confiança de vocês. [...] Sou filha daqui, tenho esse sangue indígena, baradeiro, de mulher guerreira. E eu só digo uma coisa: com ou sem mandato estarei sempre lutando pela cultura popular”, concluiu.

Fonte - 010 - Assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.