News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021

10 anos

'PROFESSOR, VOCÊ É PRETO E VIADO. SEU LUGAR NÃO É NA SALA DE AULA...'

Professor de Língua Portuguesa da Unicamp é vítima de ofensas racistas e homofóbicas. A instituição divulgou nota de repúdio e abriu investigação interna
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018 - 21:06

Um professor de Língua Portuguesa foi vítima de ofensas racistas e homofóbicas em uma escola da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas, nesta quarta-feira, 20.

“Caro professor, fica a dica: você é preto e viado, seu lugar não é na sala de aula“, diz uma mensagem deixada no armário do docente, que trabalha no Colégio Técnico de Campinas (Cotuca). A instituição divulgou nota de repúdio e abriu investigação interna.

Post em uma rede social afirma que esta não foi a primeira hostilização sofrida pelo professor. “Ele vem ouvindo comentários racistas e homofóbicos de alunos há semanas“, postou uma estudante. Uma manifestação contra o episódio está marcada para esta sexta-feira, 21.

Em nota, o Cotuca afirma que repudia o episódio e que está tomando medidas. “O colégio repudia a ação e irá apurar o caso, buscando identificar as pessoas responsáveis e aplicar as medidas cabíveis“, informa. Alega ainda que “não tolera nenhum tipo de discriminação” e que “um conjunto de ações” será aplicado de imediato.

Outros casos recentes envolvem unidades ligadas à Unicamp.

No mês passado, a polícia deteve um jovem acusado de ser o autor de pichações de símbolos nazistas e ameaças de massacre em duas bibliotecas e em um instituto da universidade. Ele foi ouvido pela Polícia Civil, negou a autoria e foi liberado para responder em liberdade pelo crime de dano ao patrimônio público. Foi instaurado inquérito e ele pode ser indiciado também por apologia ao nazismo. Mas familiares pediram que seja feito exame de sanidade mental, pois, haveria histórico de esquizofrenia no suspeito, que é ex-aluno da instituição.

Ocorreu um lamentável e gravíssimo caso de discriminação nesta quarta-feira (19) no Cotuca. Uma mensagem com ofensas racistas e homofóbicas foi deixada no escaninho de um professor do Colégio. Prestamos solidariedade ao professor e exigimos respeito por todos os membros de nossa comunidade.

O Cotuca preza pela convivência plural e diversa e não tolera nenhum tipo de discriminação. O Colégio repudia a ação e irá apurar o caso, buscando identificar as pessoas responsáveis e aplicar as medidas cabíveis.

A comunidade do Cotuca tem promovido diversas ações voltadas ao combate aos preconceitos e à discriminação. A partir desse lamentável caso, um conjunto de ações de formação será intensificado, a partir de planejamento a ser imediatamente realizado na Comissão Cidadã do colégio, que conta com participação dos alunos, funcionários e professores.

Direção do Cotuca
Comissão Cidadã do Cotuca Grêmio do Cotuca
Coletivos Crioules, Roda das Minas, Luzes e UP – Unidos por um Propósito

Ações Adotadas pelo Cotuca a partir do acontecimento de 19 de setembro

Em virtude do lamentável incidente ocorrido no dia 19 de setembro no qual um de nossos professores foi violentamente agredido com uma mensagem homofóbica e racista, a Direção do Cotuca juntamente com a Comissão Cidadã, Grêmio e os coletivos tomou as seguintes providências:

1-Acolhimento ao professor agredido;

2-Nota de repúdio assinada pela Direção e Comissão Cidadã, Grêmio e os Coletivos publicada no site oficial da escola e encaminhada a todos da comunidade Cotuca por e-mail;

3-Informação imediata à Reitoria da Unicamp que orientou  para que o professor fizesse um boletim de ocorrência;

4-Emissão de nota de repúdio da Reitoria da Unicamp ao fato, também publicada no site oficial da Unicamp;

5-Foi agendada para hoje, 20 de setembro, reunião emergencial com a Comissão Cidadã, Grêmio e Coletivos para definição de ações educativas envolvendo toda a comunidade bem como as estratégias para o Colégio Aberto trazendo claramente a posição institucional contra toda sorte de discriminação e desrespeito aos Direitos Humanos;

6-A direção de Ensino, juntamente com os representantes da Comissão Cidadã, Grêmio e Coletivos leu o manifesto de repúdio ao ato para cada uma das  turmas dos cursos noturnos no dia 19, e já tem agendada conversa com todas as turmas dos cursos diurnos para hoje;

7-A Reitoria da Unicamp e a Direção já estão tomando todas as providências para apurar o fato, identificar o autor e aplicar as medidas cabíveis.

8-A questão dos Direitos Humanos tem sido amplamente divulgada e abordada no Cotuca através de sua Comissão Cidadã, formada por professores, alunos, funcionários, Grêmio e Coletivos.

9-O tema da Gincana 2018 realizada em agosto foi Direitos Humanos, Democracia e Inclusão e a recepção dos calouros 2019 será com o mesmo tema, já trabalhado na Gincana.

10-Abertura de sindicância para apuração dos fatos.

Direção de Ensino

Fonte - pragmatismopolitico/newsrondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.