News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 18 de Abril de 2021

Livre

EX-DEPUTADO QUE CONSEGUIU ESTABELECER “TRÉGUA” ENTRE CASSOL E GURGACZ DISPUTA SENADO E SE ANIMA COM PESQUISAS

Carlos Magno foi preso, fez transplante de fígado e se converteu
Sexta-Feira, 31 de Agosto de 2018 - 15:26

Na tarde de ontem, o ex-deputado federal Carlos Magno (PP), que neste ano está disputando o Senado, visitou a redação do FOLHA DO SUL ON LINE e se disse satisfeito com seu desempenho nas pesquisas. Ele atingiu a marca de 10% nas intenções de voto, segundo sondagem recente, divulgada pelo Ibope. “Eu fui o último a me lançar, nem fiz campanha ainda. Significa que meu nome está sendo lembrado por causa do trabalho dos amigos, que o divulgam por aí”.

Também ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste, Carlos Magno conseguiu uma façanha na política de Rondônia: colocar no mesmo palanque os senadores Ivo Cassol (PP) e Acir Gurgacz (PDT), após os dois protagonizarem publicamente vários episódios de enfrentamento.

Cassol, que está juridicamente impossibilitado de disputar eleições, rompeu com o ex-aliado Expedito Júnior (PSDB) após o tucano não garantir vaga para Carlão em seu palanque. O mesmo Cassol esqueceu as rusgas com Acir e autorizou a aliança de seu candidato com ele.

SAI IVONE CASSOL, ENTRA AMIR LANDO

Magno explicou porque substituiu, como primeira suplente, a esposa de Cassol, Ivone Mezzomo. “Ela está com um neta recém-nascida e quer dar apoio. Também disse que precisa ficar mais ao lado do marido neste momento, então, pediu para ser trocada”, disse o candidato, que colocou no lugar o ex-senador Amir Lando (PSB).

TRANSPLANTE E FÉ

Aos 60 anos, Carlos Magno, que se converteu e hoje é um cristão evangélico, enfrentou dois reveses em sua vida pública e particular: chegou a ser preso, acusado de desviar recursos, mas foi inocentado na justiça. “Passei 105 dias na cadeia, sem dever nada. Sofri para provar minha inocência, mas graças a Deus, hoje ando de cabeça erguida”.

O outro contratempo foi provocado pela saúde: portador de hepatite C, Magno se submeteu a um transplante de fígado em 2014. O procedimento foi feito num hospital de Brasília, e considerado bem sucedido.

Fonte - 010 - folhadosul

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.