News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021

Livre

BLOQUEIO DA BR-364 REVELA 'CRISE' ESTRUTURAL DOS DISTRITOS DE PORTO VELHO

Já são mais de 120 horas desde a primeira interdição na segunda-feira (14) pelos moradores de Nova Mutum Paraná distante (105 km) de Porto Velho (RO).
Quinta-Feira, 17 de Maio de 2018 - 17:44

Não é apenas no setor urbano de Porto Velho que os problemas estruturais na educação, saúde e principalmente infraestrutura afligem a população.

Cansados de reivindicar por melhorias, os moradores dos distritos de Nova Mutum Paraná, Vista Alegre de Abunã e California interromperam o trânsito da rodovia Br-364 em três pontos. Já são mais de 120 horas desde a primeira interdição na segunda-feira (14) pelos moradores de Nova Mutum Paraná distante (105 km) de Porto Velho (RO).

“Queremos nossas aulas”, diziam os cartazes. Na outra parte desse drama social estudantes confirmavam o descaso das autoridades: “não temos aula há dois meses”.

Com os passar das horas e dos dias a manifestação vêm ganhando intensidade. Além dos moradores de Nova Mutum Paraná, Vista Alegre do Abunã e Califórnia todos na divisa com o Estado do Acre aderiram ao manifesto.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirma os bloqueios e diz que o número de manifestantes gira em torno de 200 pessoas. A PRF já havia notificado os manifestantes para que desbloqueassem os trechos. Sem sucesso. Nesta quinta-feira (17) a assessoria da instituição confirmou o andamento das negociações. E ainda a solicitação da Justiça Federal que pediu o apoio da Polícia Militar para acabar com a manifestação.

“Estou há dois dias aqui. Acho ruim, mas o povo está no seu direito de manifestar. Se não tomar essa atitude os governos não respeitam a população. Vamos aguardar”, interpreta um caminhoneiro do Mato Grosso.

Moradores que precisam entrar ou sair dos distritos estão usando vias alternativas, que passam por estradas rurais.

Ambas as manifestações cobram melhorias das autoridades, tanto do governo do Estadual e principalmente do município, que detém o direito sobre e manutenção dos distritos.  

Em Mutum Paraná, Vista Alegre do Abunã e Califórnia, os moradores exigem da Prefeitura de Porto Velho investimento na saúde. Segundo os manifestantes, no posto de saúde os poucos profissionais não dão conta da demanda, falta equipamentos médicos, e remédios. Os pacientes estariam sendo atendidos num prédio sem as mínias condições estruturais.

Em entrevista a uma emissora de TV, Hildon Chaves admitiu a falta de alguns medicamentos, que pode ter ocorrido segundo o gestor da pasta ao que ele atribuiu de “falha no pedido na ponta”.

“Essa falha pode ter começado lá na ponta. E essa demanda não tenha chegado até o nosso deposito central”, esclarece.

Até o ano passado, moradores de Vista Alegre do Abunã eram transportados sobre a carroceria de camionete. Quanto à ambulância o chefe do executivo municipal informou que a Secretaria de Saúde (Semusa) está providenciando o veículo.

Quanto ao prazo: em breve. Ainda segundo o prefeito, delegou ao secretário adjunto de saúde, Marcos Vinícius a ida aos distritos e que resolvesse o problema denunciando pelos moradores.

Atualização:

PRF, COE e Justiça Federal estão liberando os pontos interditados.

Às 16h: o trecho de Nova Mutum; 

Às 19h: trecho de Vista Alegre;

Em deslocamento pra Nova Califórnia. 

Obs.: Sem registros de confrontos

Fonte - NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.