News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

Livre

ÔNIBUS DE CARAVANA SÃO ATACADOS A TIROS. 'QUEREM MATAR LULA', DIZ GLEISI - VÍDEO

"Querem matar o ex-presidente Lula", disse Gleisi mais tarde, em ato ao lado do petista.
Terça-Feira, 27 de Março de 2018 - 22:15

Dois ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela região Sul foram atingidos nesta terça-feira (27) por tiros no caminho entre as cidades paranaenses de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, em uma aparente tentativa de emboscada. Lula estava em um outro veículo que não foi atingido. Ninguém ficou ferido.

Segundo integrantes da comitiva, um dos veículos foi atingido por três tiros e o outro, por um. A reportagem do UOL encontrou ao menos uma perfuração, aparentemente feita por balas, em cada um dos ônibus.

O ônibus que transporta parte da imprensa que acompanha a viagem foi o atingido por três disparos, dois do lado direito e um do lado esquerdo. Neste, um dos vidros foi atingido por um objeto que deixou uma marca arredondada --segundo integrantes da comitiva, possivelmente uma bala que ricocheteou no local.

Dois pneus deste mesmo ônibus foram perfurados por ganchos pontiagudos de metal, conhecidos popularmente como "miguelitos", deixados em uma estrada por onde a comitiva passou.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o líder do PT na Câmara, deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), e o coordenador da caravana, Márcio Macedo, cobraram providências dos governos federal e estadual.

"Querem matar o ex-presidente Lula", disse Gleisi mais tarde, em ato ao lado do petista. "Tivemos polícia em alguns eventos, em alguns momentos, mas não temos segurança em relação à caravana (...) Não é grupo de oposição política, é milícia armada. Peço que as autoridades não esperem um cadáver para saber a gravidade das coisas que estão acontecendo desde o Rio Grande do Sul".

Fonte - UOL

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.