News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020

Livre

DEPUTADO JESUÍNO SOLICITA AÇÕES ENÉRGICAS

O parlamentar comentou alguns pontos que simplesmente foram esquecidos pela atual legislatura.
Quarta-Feira, 21 de Março de 2018 - 08:18

Durante sessão na Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) usou seu pronunciamento na tribuna para comentar sobre o abandono que Rondônia sofre com a falta de ações dos senadores e deputados federais em Brasília. O parlamentar comentou alguns pontos que simplesmente foram esquecidos pela atual legislatura.

Boabaid lamentou o fato de os representantes de Rondônia na capital federal estarem praticamente omissos as necessidades do Estado. “A BR-364 está abandonada e em situação caótica. É necessária ação efetiva por parte da bancada para solucionar os problemas” comentou o deputado.

Para Jesuíno, algumas atividades que vêm sendo executadas na capital são politiqueiras, pois finalmente só estão ocorrendo por ser ano político, como por exemplo o viaduto na Avenida Campo Sales com BR-364, onde os funcionários estão trabalhando a todo vapor.

Finalizando o assunto, Boabaid criticou o asfalto que é feito nas vias da cidade. “Em outros estados as vias são feitas de forma diferente, onde é usado concreto como base. Aqui é asfalto com barro, enganando o povo com obra milionária e que após poucos meses começam a aparecer os buracos” concluiu.

Tratando sobre a situação de 700 policiais e bombeiros militares que estão transpostos desde o ano de 2014, Boabaid citou a atitude de advogados que entraram com medida judicial, findando com a retirada dos militares do quadro da União. A decisão da Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministra Carmem lúcia não determina que os militares devam ser pagos pelo estado, restando assim, a incerteza sobre o pagamento dos salários dos militares.

Jesuíno afirmou que irá pedir aos Deputados Federais Lindomar Garçom e Valdir Raupp, para que o problema seja resolvido, afinal, até hoje a problemática só foi “empurrada com a barriga”.

“O Governo do Estado foi inerte, pois o vice-governador, Daniel Pereira, disse que iria encaminhar, através da procuradoria, petição tratando que era parte interessada, justificando os problemas que ocasionariam caso os militares retornassem para a folha de pagamento do estado. Foi feito isso porque raupp afirmou que iria resolver” ressaltou Boabaid.

Pondo fim ao seu pronunciamento, o deputadodeclarou apoio e solidariedade para resolver o problema, pois se não resolver, a situação irá piorar.

Fonte - 015 - Assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.