Segunda-Feira, 19 de Março de 2018 - 08:04 (Artigos)

L
LIVRE

O QUE É SER VERDADEIRAMENTE RICO - POR JOÃO ANTONIO PAGLIOSA

Sou grato por tudo que tenho e me considero muito rico porque tenho uma família maravilhosa, e todos em nosso lar, vivemos na dependência do Senhor.


Imprimir página

Numa noite quente de fevereiro de 2002, por volta das 22 horas, eu dirigia na velocidade permitida pela estrada entre as cidades argentinas de Rosário e Concórdia. Estava retornando para Xanxerê, após uma semana de árduo trabalho no Chile e na Argentina, e meu companheiro de viagem dormia tranquilamente pois havia dirigido a maior parte do tempo.

Num extenso aclive, permaneci alguns segundos atrás de um caminhão que exibia no para choque traseiro, os seguintes dizeres: "Conozco personas tan pobres que solamente tienem dinero." Li aquela frase e imediatamente refleti sobre algumas passagens que havia vivenciado.

Na ocasião eu tinha cinquenta e quatro anos, mas minha bagagem profissional era grande...

Recordei de alguns erros de posicionamento e de situações de confronto com hierarquias superiores, que me levaram ser demissionário na gigante SADIA em novembro de 1994, abortando uma carreira brilhante que vinha exercendo naquela Empresa, a 22 anos. Recordei sem nenhum arrependimento, sem nenhuma mágoa, porque sei que o que passou passou. Passado é para esquecer, simples assim...

Recordei que ainda em 1994 aceitei o desafio de ser o Diretor Técnico de uma Empresa de Nutrição Animal, em Campinas, S.P., e ali comprovei na carne a estupidez e a hipocrisia do bicho homem. Permaneci apenas 13 meses no Estado de São Paulo, e ratifiquei que amizades e vínculos fraternos se destroçam quando pessoas colocam o dinheiro na frente de qualquer outra coisa.

Saí como demissionário outra vez, e saí convicto que fizera a coisa mais certa...

A vida é trem bala, e vamos para a próxima estação... É saudável para o corpo e para a mente permanecer distante de víboras peçonhentas.

Em novembro de 2003 retornei para Curitiba, cidade onde passei a minha juventude, e o fiz essencialmente porque meus pais residem na capital paranaense. Em Curitiba nunca consegui trabalhar como Engenheiro Agrônomo, todos me consideravam muito velho, razão porque fui trabalhar com vendas. Vendi muitas coisas, entretanto, em março de 2007 eu tive uma maravilhosa experiência com Deus. A partir daí me transformei num novo homem... Num servo do Senhor... Aprendi que preciso ser dependente de Deus em tudo que eu faço. Não confie na força de seu braço, prezado leitor...

Da experiência com Deus até os dias atuais, vivi provas e desertos áridos. Tive sérias dificuldades financeiras, não obstante, nunca desisti de viver uma vida em plenitude, nunca desisti de viver  em entusiasmo e alegria, e aqueles que me conhecem de fato sabem que sou homem feliz. Eu vivo na dependência de Deus e Ele me basta. Tenho amor por todos e não invejo ninguém porque não quero viver a vida de ninguém... Sou grato por tudo que tenho e me considero muito rico porque tenho uma família maravilhosa, e todos em nosso lar, vivemos na dependência do Senhor. Isso, para aqueles que não são cristãos, faz uma diferença abissal. Problemas e dificuldades que não podemos contornar, simplesmente deixamos nas mãos de Deus... Oramos pela graça e esperamos em fé! É incrível... Nunca falha!

Na última quinta feira, (15 de março de 2018), assisti a simulação de um julgamento na UNICURITIBA, onde minha filha Barbara é estudante do sétimo período do Curso de  Direito, a qual fez o papel do advogado de defesa num determinado caso. Competiram Universidades de vários pontos do país, e a equipe da UNICURITIBA, orientada pelo professor José Carlos Portella saiu vencedora deste concurso. A equipe da UNICURITIBA irá representar o Brasil, em Haia na Holanda, no próximo mês de maio, agora em concurso internacional. Uh, glória!

Barbara Marchioro Pagliosa conseguiu a maior nota individual entre todos os estudantes que participaram, isto é, 9,96 na média de seis diferentes juízes que  endossaram essa decisão. E ela tem apenas 21 anos de idade, porém é dedicada a seus estudos e muito fiel a Deus.

Sabemos que esta conquista só foi possível porque Deus a honrou, e Ele a honrou porque Barbara honra a Deus onde ela coloca a planta de seus pés.

Tenho quatro filhos e todos são benção em minha vida... Tenho esposa dedicada que reconhece o valor dessa nossa união que Deus abençoou... Tenho uma saúde perfeita e muita disposição para trabalhar... Eu sou verdadeiramente rico, e meu alvo é CRISTO. Glória a DEUS por isso.

Fonte: 015 - João Antonio Pagliosa/ News Rondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias