News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

Livre

NÃO TENHO VONTADE DE FAZER SEXO. COMO POSSO MUDAR ISSO?

Algumas questões podem surgir e, sem saber como resolver, podem arruinar momentos de prazer por pura falta de informação.
Sabado, 10 de Março de 2018 - 10:02

Dúvidas sobre sexo? Temos. E qual é o melhor lugar para procurar respostas satisfatórias e confiáveis? Em muitos casos, em um consultório médico.

Imagem Ilustrativa

Algumas questões podem surgir e, sem saber como resolver, podem arruinar momentos de prazer por pura falta de informação. Segundo o ginecologista e obstetra Élvio Florestia, uma das principais dúvidas em relação à sexualidade feminina é em relação à libido e vontade de fazer sexo.

O assunto é um dos maiores tabus entre as mulheres. Muitas fazem sexo por obrigação, sem vontade, e isso pode causar ainda mais repúdio ao ato. Existem algumas hipóteses para isso acontecer, como medo, traumas, insegurança e doenças, como a depressão. Então, deve-se fazer uma autoanálise para saber os motivos da perda da libido e usar de artifícios para reacender a vontade.

Fatores hormonais também podem ser responsáveis. Os anticoncepcionais podem estar ligados ao fato, pois o estrogênio, combinado com a progesterona (componentes presentes na maioria das pílulas, injeções, adesivos e anéis intravaginais) inibem a produção hormonal ovariana, e, com isso, a produção dos hormônios androgênios (masculinos) fica mais baixa, diminuindo a libido.

Outro caso é quando a mulher tem filho e está no período da amamentação. O corpo produz a prolactina (hormônio responsável pela produção de leite), diminuindo o apetite sexual. O fator emocional ainda é o mais importante, ou seja, o bom relacionamento do casal, tranquilidade, sedução, namoros com muitas preliminares, são fatores importantes para aumentar a vontade de fazer sexo.

Fonte - 015 - Metrópoles
Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.