Quarta-Feira, 07 de Março de 2018 - 19:43 (Geral)

L
LIVRE

PALESTRAS, DEBATES E CAMINHADA MARCAM O MÊS DA MULHER NO SINTERO

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, em seu discurso, destacou a importância da mulher em todos os espaços, principalmente na educação, onde elas são mais de 80% da categoria.


Imprimir página

O Sintero preparou uma vasta programação para lembrar o mês da mulher. A abertura das atividades aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 07/03, na Sede Social do sindicato, em Porto Velho, em um evento realizado pela Diretoria da Regional Norte e pela Secretaria de Gênero e Etnia, da Diretoria Executiva.

Cerca de 200 mulheres trabalhadoras em educação participaram da cerimônia de abertura, da dinâmica de interação e de palestras sobre os impactos da reforma da previdência na vida da mulher e sobre assédio moral e sexual no espaço de trabalho.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, em seu discurso, destacou a importância da mulher em todos os espaços, principalmente na educação, onde elas são mais de 80% da categoria.

“Já conquistamos muito desde que nos permitiram à luta. Mas ainda é pouca a participação da mulher em alguns setores e ambientes onde predomina o machismo e a discriminação. Precisamos estar atentas para combatermos a discriminação e a violência contra a mulher. Precisamos de mais mulheres na política, em postos de destaque, em posição de comando, seja nas empresas, seja nas instituições”, disse.

A secretária de Gênero e Etnia, Rosenilda Ferreira de Souza Silva, destacou o trabalho do Sintero na promoção da defesa e da valorização da mulher, seja com campanhas de conscientização, seja com atividades como palestras e debates.

Além do evento desta quarta-feira, outras atividades serão realizadas pelas Diretorias Regionais do Sintero e pela Secretaria de Gênero e Etnia.

Nesta quinta-feira, dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, haverá concentração de mulheres trabalhadoras no Sintero, em Porto Velho, a partir das 8 horas da manhã, e em seguida será realizada uma marcha pelas ruas da Capital em defesa dos direitos da mulher e para chamar a atenção da sociedade para a necessidade de se combater qualquer forma de preconceito, discriminação e violência contra a mulher.

Fonte: 010 - adercio dias

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias