Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2018 - 17:14 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

BARBÁRIE: ALUNA DEFICIENTE MENTAL É ESTUPRADA POR PROFESSOR DE MÚSICA

Aluna de 20 anos com deficiência mental foi estuprada por professor de música dentro da própria escola para crianças e jovens especiais. Abusos aconteceram mais de uma vez. O caso aconteceu em SP. Confira!


Imprimir página

Um crime bárbaro que aconteceu em 2016 só agora foi revelado pela polícia. Na última segunda-feira (26), a polícia prendeu um professor de música de 37 por estuprar uma aluna de 20 anos com deficiência mental.

A menina foi abusada mais de uma vez dentro da própria escola para crianças e jovens especiais, na cidade de Sorocaba (SP).

“A menina tem 20 anos, mas a capacidade de uma criança de 7. Ela não conseguia reagir e estava sob ameaças. Além do estupro, ele dizia que mataria a família dela”, disse a delegada Ana Luiza Salomone, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

A delegada afirmou ainda que o crime foi comunicado pela mãe da menina na época, mas o professor fugiu da cidade ao saber que havia sido denunciado. Por esta razão, a polícia manteve o caso em sigilo.

“O caso veio à tona com a denúncia da mãe no plantão policial. Com o registro, funcionários da escola foram ouvidos e um exame do Instituto Médico Legal (IML) confirmou o abuso”, explicou Ana Luiza.

Segundo a delegada, o professor esperava todos os alunos saírem exceto a jovem. Em casa, a vítima se queixava do surgimento de dores. Como a vítima não tem condições de se proteger, o professor vai responder por estupro de vulnerável.

Fonte: 015 - Pragmatismo Político

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias