Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2018 - 15:12 (Polícia)

L
LIVRE

23 PESSOAS DIRIGINDO SOB EFEITO DE ÁLCOOL 'CAEM' NA LEI SECA; SECRETÁRIO FOI PRESO

Dentre os conduzidos e flagranteados estava o secretário de obras do município, Josué Donadon, que foi liberado sob fiança.


Imprimir página

Vilhena, RO - A operação Lei Seca realizada pelo Detran, com o apoio da Polícia Militar, nas noites de sábado (24) e domingo (25) em Vilhena, flagrou 23 motoristas dirigindo sob o efeito de álcool e nove destes, foram conduzidos à delegacia devido apresentarem teor alcoólico superior a 0,33 mg/l, que é o máximo permitido por lei.

Dentre os conduzidos e flagranteados estava o secretário de obras do município, Josué Donadon, que foi liberado sob fiança.

Josué que conduzia um veículo da referida unidade, falou com a reportagem do Extra de Rondônia e alegou ter bebido três latas de cerveja em uma confraternização familiar por volta das 21h00 e que após isso, esperou até por volta das 00h00 para poder ir para casa, momento em que passou pela referida blitz e aceitou realizar o teste do bafômetro, acreditando que o teor não seria tão.

Com relação a estar conduzindo um veículo de propriedade do órgão municipal, Josué afirmou ter trabalhado até o fim da tarde de sábado, em uma obra que está sendo realizada na estrada que leva ao aterro sanitário municipal, e que após isso, acabou indo diretamente para a residência onde ocorreria a confraternização acima citada.

Josué afirmou também, que devido ao cargo que ocupa, não tem hora para entrar e nem sair do trabalho, por tanto o veículo acaba ficando a sua disposição, pois já teve casos em que saiu de casa durante a madrugada para resolver assuntos exclusivos da secretaria de obras, e em alguns destes, com seu veículo pessoal.

Durante a operação também foram detidas uma motociclista e um motorista, que além de estarem alcoolizadas não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Dirigir  sob influência de álcool gera multa de R$ 2.934,70, além do condutor ter o direito de dirigir suspenso por 12 meses e após cumprida a suspensão do direito de dirigir o condutor só terá sua CNH de volta, mediante curso de reciclagem.

Fonte: 012 - Extra de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias