Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018 - 11:58 (Internacional)

L
LIVRE

APRESENTADOR É DEMITIDO APÓS COMENTÁRIO DE CUNHO SEXUAL SOBRE JOVEM DE 17 ANOS

“Ela está gostosa demais! Se ela tivesse 18 anos, você não ficaria envergonhado de dizer que ela tem uma bunda gosto" e tem mais. Confira!


Imprimir página

A campeã olímpica Chloe Kim tem apenas 17 anos, mas foi alvo de uma série de comentários de cunho sexual feitos por Patrick Connor na rádio Barstool. A emissora em questão manteve o vínculo com o radialista, mas outra na qual ele trabalhava anunciou sua demissão na última semana.

A demissão foi confirmada à imprensa americana por meio de um comunicado oficial da Cumulus Media, empresa que coordena e comanda a rádio KNBR. Os representantes tomaram a decisão um dia depois de Connor se referir à atleta da seguinte maneira:

“Ela está gostosa demais! Se ela tivesse 18 anos, você não ficaria envergonhado de dizer que ela tem uma bunda gostosa (“hot piece of ass”, em inglês). Ela tem e é adorável. Eu sou um grande fã da Chloe Kim”, comentou o homem, antes de perguntar ao colega de transmissão se ele tomou uma “pílula para ereção”.

Apesar da represália da KNBR, Connor permanece empregado na rádio em que fez os comentários, a Barstool. Chloe se tornou medalhista olímpica na última terça-feira, nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, quando ganhou ouro na disputa do snowboard halfpipe. Ela é americana, mas filha de orgulhosos sul-coreanos.

“Seu aniversário de 18 anos é no dia 23 de abril e a contagem regressiva está rolando, baby, porque meu Wooderson está ativo. É isso que eu gosto em meninas do ensino médio”, disse Connor. A menção ao personagem Wooderson não é obra do acaso, uma vez que ele se envolve com garotas mais jovens no filme “Jovens, loucos e rebeldes”, de 1993.

A repercussão negativa fez com que Patrick buscasse a retratação pública. “Eu quero pedir desculpas a Chloe Kim e ao pai dela. Eles não merecem meus comentários estúpidos, tolos e imaturos”, desculpou-se. No entanto, ironizou publicamente as reclamações feitas por uma das redatoras do site Deadspin.

“Na tentativa de fazer as pessoas rirem, eu falhei. Os meus comentários sobre a Chloe Kim foram mais que inapropriados: foram ruins e grosseiros. Eu sinto muito mesmo, Chloe. Você representou o nosso país tão brilhantemente. Eu peço desculpa aos meus colegas e ouvintes por ser um completo idiota”, escreveu, desta vez em um tweet. A campeã olímpica Chloe Kim tem apenas 17 anos, mas foi alvo de uma série de comentários de cunho sexual feitos por Patrick Connor na rádio Barstool. A emissora em questão manteve o vínculo com o radialista, mas outra na qual ele trabalhava anunciou sua demissão na última semana.

A demissão foi confirmada à imprensa americana por meio de um comunicado oficial da Cumulus Media, empresa que coordena e comanda a rádio KNBR. Os representantes tomaram a decisão um dia depois de Connor se referir à atleta da seguinte maneira:

“Ela está gostosa demais! Se ela tivesse 18 anos, você não ficaria envergonhado de dizer que ela tem uma bunda gostosa (“hot piece of ass”, em inglês). Ela tem e é adorável. Eu sou um grande fã da Chloe Kim”, comentou o homem, antes de perguntar ao colega de transmissão se ele tomou uma “pílula para ereção”.

Apesar da represália da KNBR, Connor permanece empregado na rádio em que fez os comentários, a Barstool. Chloe se tornou medalhista olímpica na última terça-feira, nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, quando ganhou ouro na disputa do snowboard halfpipe. Ela é americana, mas filha de orgulhosos sul-coreanos.

“Seu aniversário de 18 anos é no dia 23 de abril e a contagem regressiva está rolando, baby, porque meu Wooderson está ativo. É isso que eu gosto em meninas do ensino médio”, disse Connor. A menção ao personagem Wooderson não é obra do acaso, uma vez que ele se envolve com garotas mais jovens no filme “Jovens, loucos e rebeldes”, de 1993.

A repercussão negativa fez com que Patrick buscasse a retratação pública. “Eu quero pedir desculpas a Chloe Kim e ao pai dela. Eles não merecem meus comentários estúpidos, tolos e imaturos”, desculpou-se. No entanto, ironizou publicamente as reclamações feitas por uma das redatoras do site Deadspin.

“Na tentativa de fazer as pessoas rirem, eu falhei. Os meus comentários sobre a Chloe Kim foram mais que inapropriados: foram ruins e grosseiros. Eu sinto muito mesmo, Chloe. Você representou o nosso país tão brilhantemente. Eu peço desculpa aos meus colegas e ouvintes por ser um completo idiota”, escreveu, desta vez em um tweet.

Fonte: 012 - pragmatismo politico

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias