Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018 - 10:22 (Política)

L
LIVRE

DEPUTADOS DE RONDÔNIA DISSERAM “SIM” A INTERVENÇÃO NA SEGURANÇA PÚBLICA DO RJ

O decreto do presidente Michel Temer foi assinado após o governador do Rio de Janeiro admitir que a cúpula de segurança do Estado não estaria tendo sucesso no combate à criminalidade.


Imprimir página

Realizada na madrugada dessa terça-feira (20), a votação ao Decreto do Legislativo Nº 886/2018 concluiu pela aprovação da intervenção federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro (RJ), proposta pelo presidente Michel Temer (MDB). Com ajuda de todos os deputados federais de Rondônia, o decreto teve 340 votos favoráveis, 72 contrários e 1 abstenção.   

A votação aconteceu em sessão extraordinária na Câmara dos Deputados, após um longo debate que entrou pela madrugada de terça-feira (20). Os deputados Marcos Rogério (PDT), Lucio Mosquini (MDB), Marinha Raupp (MDB), Luiz Cláudio (PR), Lindomar Garçon (PRB), Expedito Netto (PSD), Mariana Carvalho (PSDB) e Nilton Capixaba (PTB) marcaram presença.

O decreto do presidente Michel Temer foi assinado após o governador do Rio de Janeiro admitir que a cúpula de segurança do Estado não estaria tendo sucesso no combate à criminalidade.


 deputada Laura Carneiro (PMDB-RJ)

A relatora da proposta, deputada Laura Carneiro (PMDB-RJ), incluiu duas sugestões ao Poder Executivo em seu parecer. Ela pediu que o governo federal apresente recursos federais em caráter continuado, a serem usados na segurança pública e nas áreas de assistência social. Ela destacou que, apesar de o Rio de Janeiro não ser a unidade federativa com maiores índices de violência, é a cidade com maior número de tiroteios – que impedem a circulação da população.  

O decreto estabelece intervenção federal até o dia 31 de dezembro de 2018 com o objetivo de acabar com o grave comprometimento da ordem pública do estado do Rio de Janeiro. Para comandar a operação, foi designado como interventor o general Walter Souza Braga Netto.

Os oito deputados federais participaram da votação e disseram “sim” a favor do decreto de intervenção que coloca as forças armadas para fazer operações e combater a ação de criminosos nas comunidades no RJ. O texto está no Senado Federal. 

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias