Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018 - 21:42 (Política)

L
LIVRE

“O NOSSO PAÍS TEM JEITO, BASTA QUE UM ESTADO AJUDE O OUTRO”, DIZ CONFÚCIO

Ainda sobre a ação, Confúcio enfatizou que o trabalho foi executado de forma preventiva.


Imprimir página

Realizado em Porto Velho entre janeiro e início de fevereiro, o projeto Defensoria Sem Fronteiras (DSF) prestou um balanço positivo das ações nas unidades prisionais do estado. Após os atendimentos dos mais de 3.140 presos, o governador Confúcio Moura (PMDB) usou seu blog para elogiar a iniciativa e decretar: 

“O que me cabe agora é agradecer aos Defensores Públicos de vários estados brasileiros, quarenta dos quais presentes aqui em Rondônia, entre os dias 24 de janeiro à 7 de fevereiro deste ano. Um extraordinário trabalho colaborativo, visando atender a todos os presos do nosso Estado,  particularmente, aos de Porto Velho. Foi um mutirão mesmo. E cada preso foi visitado”, escreveu Moura, nesta quarta-feira (14).

Ainda sobre a ação, Confúcio enfatizou que o trabalho foi executado de forma preventiva. Ele classificou as atividades dos defensores como “duro, devoto e impressionante”.

“Poderia aqui dizer o nome de cada Estado. Quase todos estiveram aqui. E o que posso dizer a todos eles: que podem contar com o nosso Estado também. Por fim, enfatizar que o nosso País tem jeito, basta que um ajude o outro. O meu abraço a todos. Tenho a certeza, que todos os senhores (as) levaram do nosso Estado, a melhor impressão possível”, concluiu.

Balanço - No total, foram analisados mais de 4,4 mil processos, que resultaram em 554 pedidos, sendo 268 de retificação de pena, 236 de progressão de regime para semiaberto e 50 de progressão de regime para o aberto. Além disso, foram adotadas 5,5 mil providências e analisadas 5,6 mil situações jurídicas individuais.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias