Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018 - 17:03 (Geral)

L
LIVRE

VICE-GOVERNADOR DANIEL PEREIRA DIZ SATISFEITO EM DAR POSSE À PRIMEIRA MULHER NA PRESIDÊNCIA DA EMATER-RO

A posse foi oficializada pelo vice-governador do estado, Daniel Pereira, no escritório central da autarquia, com a presença de parlamentares, secretários de estado e servidores.


Imprimir página

Com 46 anos de existência, a Empresa Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia tem, pela primeira vez, a presença feminina na presidência da instituição. Albertina Marangoni Botega assumiu nesta quarta-feira (14) o cargo de diretora-presidente da Emater-RO. A posse foi oficializada pelo vice-governador do estado, Daniel Pereira, no escritório central da autarquia, com a presença de parlamentares, secretários de estado e servidores.

Trabalhar pelo fortalecimento da agricultura e pela melhoria da qualidade de vida do agricultor familiar.

Nesses 46 anos como órgão oficial de atividade de assistência técnica e extensão rural em Rondônia, 17 presidentes passaram pelo mais alto cargo da Emater-RO, dois deles em mais de um mandato, e apesar de a maioria deles vir do quadro de servidores, nunca uma mulher havia sido convidada para assumir a gestão.

Para dirigir a Emater-RO, sempre buscou-se alguém eminentemente técnico e todos os que por ali passaram trouxeram suas experiências adquiridas dentro do segmento agropecuário. Por isso, para o vice-governador Daniel Pereira, “foi uma satisfação indicar uma mulher para assumir a Emater-RO”, complementando que Albertina terá o apoio incondicional dele e do governador Confúcio Moura para dirigir a autarquia.

NOVOS DESAFIOS

A presença de uma mulher à frente da Emater-RO pode pressupor uma nova leveza à instituição, mas continuará sendo comandada com a mesma firmeza da até então atual gestão. Em seu discurso de posse, Albertina Marangoni reafirmou  o compromisso de manter os mesmos ideais de quando ingressou na instituição em 1988: “trabalhar pelo fortalecimento e diversificação da produção agrícola e pela melhoria da qualidade de vida do agricultor e sua família”.

A presidente da Emater-RO disse ainda que assumiu esse desafio por entender que essa é uma oportunidade para “colocar à disposição dos colegas ematerianos, dos agricultores e de suas famílias”, sua experiência de 30 anos de serviços prestados na área de assistência técnica e extensão rural e, segundo ela, ao longo dos anos a Emater-RO se constituiu na melhor empresa de extensão rural do Brasil. “A Emater é hoje o resultado do trabalho de todos nós que temos a missão de orientar e levar assistência técnica ao produtor rural e transformar sua propriedade em um empreendimento autossustentável e rentável com a diversificação da produção agrícola e a industrialização dos seus produtos”.

Prestação de contas: A Emater está apta para assumir novos convênios.

DESPEDIDA

O diretor presidente da Emater-RO, Francisco Coutinho, que se afasta do cargo para pleitear uma pré-candidatura nas eleições deste ano, parabenizou Albertina Marangoni e disse estar satisfeito com os 20 meses que passou à frente da autarquia. Antes disso ele já havia caminhado lado a lado com outros presidentes no cargo de secretário adjunto e depois vice-presidente.

Em seu discurso de despedida, Coutinho apresentou as contas de forma transparente e fez agradecimentos especiais aos companheiros e parceiros de jornada. Também entregou à nova presidente as conquistas da instituição nos últimos anos, falando dos recursos financeiros federais e das emendas. “A Emater-RO está apta para assumir qualquer novo convênio”, disse referindo-se à situação das certidões da instituição. Por fim, disse que continuará trabalhando na Emater-RO e lutando pelo seu fortalecimento.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias