Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018 - 10:51 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

JOVEM COM DEFICIÊNCIA FOI VIOLENTADA SEXUALMENTE POR RAPAZ DE 23 ANOS, DIZ POLÍCIA

Jovem havia saído para comprar bolachas quando pegou carona para ir a casa do padrasto e lá foi estuprada pelo novo morador da residência.


Imprimir página

O caso foi registrado na tarde de terça-feira, 06 de fevereiro, na rua 1.506, em frente ao mercado Brasil, no bairro Cristo Rei, setor 15, em Vilhena.

De acordo com a mãe da jovem de 18 anos, sua filha adotiva, que tem problemas mentais, saiu de casa para ir comprar um pacote de bolacha no mercado Brasil e não retornou. Ao ir ao mercado perguntar sobre a filha, os comerciantes informaram que a mesma havia sido levada na garupa de uma bicicleta por um homem.

As imagens do circuito de segurança flagraram a ação e diante disto, a mãe da garota procurou a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para registrar o suposto sequestro da filha.

Já no final da tarde, a Polícia Civil através de seus setores de inteligência, lograram êxito na localização do senhor, o qual também tem problemas mentais, que foi flagrado nas filmagens e este informou que a garota apenas havia lhe pedido uma carona até a casa do padrasto da mesma. Ele levou os policiais até a casa onde deixou a jovem.

Encontrada pelos policiais civis,  garota relatou que havia saído para visitar o padrasto, porém, o mesmo não residia mais no local. Lá, ela foi atendida pelo novo morador, este, um rapaz de 23 anos, o qual sabia da deficiência da moça e após alimentá-la, a estuprou.

Preso em flagrante e informado de que os exames de corpo de delito feito na jovem constataram o estupro de vulnerável, o jovem confessou o crime e disse estar arrependido.

A Polícia Civil descartou a participação do senhor no ato e acreditam que o homem teria agido de boa fé, em virtude da incapacidade intelectual que tem.

Diante dos fatos, o acusado foi preso em flagrante e responderá por estupro de vulnerável, sendo encaminhado para Casa de Detenção onde aguardará decisão da Justiça.

Fonte: 012 - rota policial news

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias