Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018 - 14:45 (Política)

L
LIVRE

“MUITO FIEL A TEMER”, VALDIR RAUPP FOI UM DOS SENADORES QUE MAIS DISSE “SIM” DURANTE VOTAÇÕES

No entanto, falhou apenas uma vez ao falta durante uma matéria de interesse da base governista.


Imprimir página

Ao que tudo indica o senador da república, Valdir Raupp (MDB), levou bem sério a brincadeira de criança “boca de forno” onde o mestre questiona: "Farão tudo que seu mestre mandar?”. E assim fez.

Segundo o balanço do Congresso em Foco, o senador rondoniense foi muito fiel ao governo Michel Temer em 2017 muito mais até que o próprio partido - o PMDB - que hoje é chamado de MDB. Ele aparece na lista dos poucos congressistas que mais disseram “sim” ao presidente. No entanto, falhou apenas uma vez ao falta durante uma matéria de interesse da base governista.

Os governistas deram nove, de cada 10 votos possíveis, a favor do governo nas principais votações do ano. Dos 386 votos que poderiam ser dados pelos aliados, só 38 contrariaram a orientação do Palácio do Planalto. Desses, 14 foram registrados por senadores de seu próprio partido, o MDB, o campeão das “traições” em números absolutos.

Os dados mostram como cada senador votou nas deliberações mais importantes do ano passado. Foram analisadas 12 votações. Com 22 senadores, o MDB ficou apenas na quarta colocação da fidelidade em termos proporcionais.

Os emedebistas Elmano Férrer (PI) e Garibaldi Alves Filho (RN) e o tucano Flexa Ribeiro (PA) foram os únicos aliados a participarem de todas as deliberações e votaram conforme o Planalto. Com uma falta cada, Valdir Raupp (MDB-RO), Waldemir Moka (MDB-MS) e Benedito de Lira (PP-AL) também seguiram a orientação sempre que presentes.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias