Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018 - 19:45 (Geral)

L
LIVRE

DESCASO: GARÇA TEM ASA CORTADA POR LINHA DE PIPA E CAI EM RESIDÊNCIA; ÓRGÃOS PÚBLICOS RECUSARAM RESGATE - VÍDEO

Vários órgãos públicos foram acionados para fazer o resgate da ave, mas nenhum se prontificou em ajudar.


Imprimir página

Porto Velho, RO – No final da tarde desta quarta-feira (31), uma garça teve sua asa cortada por linha de pipa e caiu em uma residência localizada na Rua Madressilva, Bairro Conceição, zona sul da cidade. Vários órgãos públicos foram acionados para fazer o resgate da ave, mas nenhum se prontificou em ajudar.

De acordo com o morador da residência, a ave caiu em seu terreno após ter a asa cortada pela linha de pipa (papagaio) com cerol, que é a mistura de vidro e cola que serve para cortar outras linhas em uma ‘disputa’ nos céus. Após sofrer o ferimento a ave caiu e ficou em um canto do imóvel, sangrando e tentando pular para a área coberta, visando se proteger da chuva que iniciava. “A gente tentou segurar ela para ajeitar a asa, mas ela ficava se debatendo, aí achamos melhor deixar ela quieta para não se agitar” comentou o morador.

O cidadão relatou ainda que ligou para o Comando do Corpo de Bombeiros Militar, porém, o atendente disse que este tipo de resgate seria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama). Ao entrar em contato com o serviço sugerido, o atendente do Ibama informou que o resgate deveria ser feito pelo Corpo de Bombeiros.

Foi feito contato ainda através do 190 (Polícia Militar), porém, a pessoa que atendeu ao chamado disse que tal resgate não poderia ser feito pela Polícia Militar e nem pela Polícia Militar Ambiental. Sem ter o que fazer, meios para resgate e conhecimento para cuidar da ave, restou ao morador assistir a ave agonizando em sua residência.

Fonte: 012 - NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias