Sabado, 20 de Janeiro de 2018 - 10:53 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: MEU NOME NÃO É JOHNNY

José Henrique Marques Cruz, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, defenestrado por conta de estripulias disse que foi confundido com outra pessoa.


Imprimir página

FRASE DO DIA:

“Esquerda autoritário e direit de chanchada só estão histéricas com a 4ª feira porque Lula lidera pesquisas"Jornalista Reinaldo Azevedo

1-Cabral no Bloco do Moro

Sérgio Cabral que adora carnaval fica longe da folia por conta de estripulias. Ele corrompia agentes para obter regalias e achou o Moro: “Defiro o requerido pelo MPF para determinar a transferência de Sergio de Oliveira Cabral Santos Filho para o sistema prisional do Estado do Paraná, especificamente para o Complexo Médico de Pinhais, na ala já ocupada por outros presos da Operação Lava Jato”.

A mudança é radical. Cabral troca o camarão pela marmita padrão Moro: feijão, arroz, charque com chuchue Tang. Pra encarar só quando bate a larica.

2-Meu nome não é Johnny

José Henrique Marques Cruz, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, defenestrado por conta de estripulias disse que foi confundido com outra pessoa. “Não sou o Henrique” e alembrei do filho do Hermínio Coelho preso injustamente pelo Bessa na Apocalipse.

Zé de Nana tentou desatar o nó de trás pra frente e misturou tudo: “Não teve o filme do Johnny? Pois é, Cruz pode ser a de Jesus, Marques pode ser Bel cantor de axé, Henrique pode ser Meireles o ministro e José pode ser eu ou qualquer paraibano. Na Paraíba é tudo Zé”.

3-A chaga do desmatamento

Estava indo tudo tão bem... Rondônia fora da área de risco de febre amarela, quase sem registros de dengue, malária, chicungunha, nunca mais uma “reportagem fantástica”, a PF se preocupando apenas em trazer os bandidos como Nem e Rodrigo 157 para o presídio federal e de repente pá... 

Rondônia está na rota do desmatamento e justamente quando uma reportagem da revista Época premia o coronel Vilson Machado pelo excelente serviço de combate aos piratas da floresta, disfarçados de madeireiros.

4-O stress do médico

Boas práticas nascem geralmente de compromissos firmados entre chefes e subordinados. Em que pese os problemas na área da saúde a gestão Nazif solucionou o stress da escala de plantões dos médicos com uma solução simples. A escala feita pelos próprios médicos com a garantia de4 médicos na UPA-Sul e 5 médicos na UPA-Leste todos os dias, 24 hs por dia. Como as abóboras se acomodam pelo trotar da mula, os plantões de postinhos e unidades de saúde se ajustam automaticamente. Ao reinventar a roda a SEMUSA mexeu na distribuição do peso, a mula mancou e as abóboras caíram. Agora é juntar abóboras.

5-Nosso amor é tão bonito (Nelson Sargento)

Aécio e Dilma se matam pela imprensa. “Não sabia que ele era tão ladrão, mas que ele era superficial, irresponsável, playboy, inconsequente, e que a mídia o protegia, eu sabia”, desancou Dilma. “Impressiona o descompromisso com a realidade, o desequilíbrio e o autoritarismo da senhora Dilma Rousseff, demonstrando sua notória dificuldade de conviver com a democracia, que pressupõe o respeito às diferenças.Há muito caiu a máscara do governo dela, reconhecido por milhões de brasileiros como o mais corrupto e mais incompetente da nossa história”, retrucou Aécio. E no meu álbum de retratos...

6-Ficou barato

A PGR Raquel Dodge reforçou o pedido para que o senador Ivo Cassol inicie de imediato o cumprimento da pena final de quatro anos de prisão e pagamento de multa, convertida em prestação de serviços comunitários. Raquel Dodge sustenta que como se trata de senador da república que atua em Brasilia, a execução da pena deve transcorrer sob supervisão do juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal e que o serviço seja prestado no Serviço de Atendimento a Usuários de Substâncias Químicas do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, por sete horas semanais, tempo da duração da pena privativa de liberdade substituída e Ivo se livra do constrangimento de prestar serviços em Rolim.     

[email protected].com
Facebook Leo LadeiaII

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias